FB_IMG_1496696778916
Imagem do Facebook do Governador Flávio Dino

O Governador Flávio Dino (PCdoB) afirma em discurso na Universidade de Brasília (UnB) que “Diretas Já é mais correta”. Isso aconteceu dia 29 de maio no seminário “Estado de Direito ou Estado de Exceção?” promovido pelas bancadas do PT no senado e câmara conjuntamente com a Fundação Perseu Abravo e pela Frente Brasil de Jurista pela Democracia.

Sem citar nomes, o Governador do Maranhão criticou “o Judiciário, que deveria ser técnico e ter decisões baseadas em questões técnicas, se tornou um artefato a mais da civilização do espetáculo” é que existe uma contradição entre anseios populares, da classe trabalhadora e os setores dominantes “neste momento o consenso das elites é no sentido de evitar a contradição que se reflete nos anseios do povo”. Citando ainda que em um Estado de Exceção, o judiciário vira um lutador por causa e que no Estado Democrático, o judiciário julga casos. Em seu discurso ainda fala da Lava Jato, mostrando seu apoio a operação mas criticando-a “não se trata de dizer que a Lava Jato tem que parar. Uma série de coisas gravíssimas foram reveladas. Agora, na hora em que você transforma isso num partido político e instrumento de realização de projetos de poder, isso tá errado, e tem que ser barrado”.