Grupos de direita promovem ataques virtuais contra Santander

Grupos de direitas como o Movimento Brasil Livre (MBL) promoveram ataques virtuais contra o banco Santander. Sendo contra a exposição “Queermuseu Cartografias da Diferenças na Arte Brasileira”, onde cerca de 270 trabalhos assinados por 85 artistas.

Em cartaz desde agosto, a exposição foi cancelada, conforme foi informado pela Santander Cultural de Porto Alegre (RS). A mostra deveria ficar aberta ao público até outubro. A “Queermuseu” teve como proposta dar visibilidade a questão do universo LGBT presentes na sociedade e na cultura, assim como promover uma revisão de obras e artistas marginalizados.

Os grupos de direitas junto com a MBL acusam por uma suposta proposta de incentivar a pedofilia, zoofilia e atentar contra os bons costumes, também acusam de “blasfêmia contra símbolos católicos”, movidos apenas por uma questão ideológica sem ao menos usarem um crítico de artes que entenda sobre o assunto.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s