Na tarde desta segunda-feira (22), movimentos estudantis protestaram contra o aumento da passagem de ônibus em São Luís. A protesto também foi pelos atrasos dos coletivos e de uma possível evasão escolar.

O líder da Associação Maranhense dos Estudantes Secundaristas (Ame), Matheus Vinícius Fonseca, argumentou que o aumento das tarifas afetaria principalmente os estudantes e quem vive com salário mínimo.

“Com o aumento das passagens, vai aumentar a evasão escolar. Muitas crianças e adolescentes deixarão de ir para escola porque os pais não têm condições de pagar passagens todos os dias”, disse Matheus Vinícius Fonseca.

Para Josy Gomes, líder do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), o preço das passagens de ônibus não condiz com a realidade econômica dos trabalhadores e estudantes.

“Quem vive com um salário mínimo não tem condições de pagar esses altos valores. Não temos seguranças nos ônibus e estão sempre lotados porque demoram muito. Vamos tentar barrar esse reajuste acionando, por meio de apelo estudantil popular, todos os órgãos competentes”, disse Josy Gomes.

Leia mais Notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp (98) 98506-2064