Nessa terça-feira (6), o desembargador federal do trabalho, José Evandro de Souza, apresentou a liminar barrando o direito de greve dos rodoviários agendada para esta quinta-feira (8). Os trabalhadores estão com atrasos de salários e dizem esperar até hoje (7) para a regularização.

O movimento grevista está organizado desde a semana passada. Com a liminar, o magistrado determina que, mesmo com greve, 80% da frota do transporte público da capital deve circular normalmente, o que acaba barrando o movimento.