Faculdade promove live gratuita sobre conscientização e prevenção ao suicídio

Por meio de transmissão ao vivo, coordenadora da Clínica Escola compartilhará maneiras de identificar, auxiliar e tratar pessoas que estão com ideação suicida.

A Faculdade Pitágoras São Luís promoverá, no dia 30 de setembro, às 16h, live sobre conscientização, prevenção e posvenção ao suicídio. O evento, com o tema “Você Não Está Sozinho”, é aberto à participação de todos e gratuito. A transmissão será realizada pelo instagram @clinicapsipitagoras e contará com a participação da psicóloga e coordenadora da Clínica Escola Professor João Cabral, Celiane Lopes Chagas. 

A live tem o objetivo de chamar a atenção para o tema, que é debatido na campanha de Setembro Amarelo. Segundo a coordenadora é necessário conscientizar a população sobre o assunto: “Um aspecto que deve ser considerado sobre levar informação do tema e conscientizar a população é criar condições para que possam ajudar quem pensa no suicídio. Este é um transtorno mental, em que a pessoa perde a condição de crítica e de avaliação da situação, sem conseguir pensar em soluções. Por isso, o apoio torna-se tão relevante. A campanha dá maior visibilidade à causa, mas é necessário buscar informação e ajudar aqueles que precisam durante o ano inteiro”, afirma Celiane.  

Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos, de acordo com dados da OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde) e mais de 96% dos casos de suicídio estão relacionados à depressão, transtorno bipolar e/ou abuso de substâncias. Celiane Chagas explica que é importante um canal de comunicação para diminuir a estatística: “As pessoas com ideias suicidas precisam verbalizar o que estão sentindo. Existe um tabu de que falar sobre o tema pode de alguma forma estimular a pessoa a tirar a própria vida, mas o suicídio tem etapas: a ideia, o planejamento e, depois, a ação. Então é benéfico que as pessoas tenham espaço para falar sobre o sofrimento, pode trazer alívio e conforto. Lembrando que também é necessário procurar ajuda especializada para acolher e encaminhar o tratamento. ” 

A psicóloga ainda explica que pessoas próximas podem desempenhar um importante papel na prevenção. “Os familiares e amigos precisam procurar compreender o suicídio e entender que a pessoa está passando por um sofrimento. É importante conhecer as formas de ajudar e encaminhar para tratamento profissional, mas, também, procurar ajuda para si. É complexo auxiliar aqueles que estão com o pensamento de suicídio e, por esse motivo, as pessoas próximas também precisam estar bem e amparadas”, finaliza. 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: