Maranhão não divulga raça de mortos pela polícia, diz Monitor da Violência

O Maranhão é um dos onze estados brasileiros que não divulga as informações sobre a raça dos mortos em conflitos policias, conforme os dados do Monitor da Violência de 2020. No Brasil, cerca de 78% das pessoas mortas pela polícia são negras.

Sendo uma Maranhão um estado que possui a maior da população negra, acaba sendo uma situação estranha que o Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança, esconda as características das pessoas que morrem pela polícia.

A omissão é um atestado de indiferença do governo estadual à questão do genocídio da população negra no país. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 56,10% das pessoas que se declaram negras no Brasil. No Maranhão, segundo o IBGE, cerca de 74% da população é formada por negros.

Além da ausência do recorte de raça nas estatísticas fornecidas pelo Estado, não existe informações importantes para a execução de políticas públicas que se distanciem da necropolítica em vigor no bolsonarismo atual.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: