Especialista em saúde estética alerta para os riscos da rotina de beleza em casa sem acompanhamento profissional

Nunca foi tão fácil ter acesso a produtos de cuidados com a pele, o tão falado skincare (cuidado da pele) ou home care (cuidado em casa) nas redes sociais, com dezenas deles sendo indicados por influenciadores todos os dias.

Mas com a facilidade vem também os perigos e cuidados necessários, já que personalidades e famosos não são, quase sempre, as pessoas com o melhor conhecimento para indicar produtos para a pele.

Sobre esse assunto conversamos com a cosmetóloga, especialista em Estética Corporal e Facil, Josy Lima, ela nos contou qual a melhor forma de ter acesso aos cremes e séruns de beleza e quais os cuidados a serem tomados ao aderir a uma rotina de skincare.

Para a especialista, a recomendação de celebridades pode ser perigosa para o público, já que são pessoas sem conhecimento técnico sobre produtos e sobre a pele.

“Hoje observamos que o público quer ir para o lado da indicação de quem é mais popular na internet. Isso é complicado, porque cuidados em casa precisam ser específicos para cada tipo de pele, para a disfunção na pele que precisa ser tratada”, apontou Lima.

O resultado dessas indicações sem conhecimento, segundo Josy, são produtos sendo aplicados de forma errada e que podem até ocasionar lesões. “Pessoas que nem tinham certa disfunção na pele acabam desenvolvendo, porque usaram um produto cosmético que não era indicado”, contou.

Segundo a esteticista não é incomum que clientes apareçam para tratar algo cuja causa é um creme, um óleo facial que não servia no seu tipo de pele. 

Um uso bem comum e preocupante, aponta, é o da hidroquinona, componente encontrado principalmente em cremes para clarear manchas escuras, conhecidas como melasma.

“O melasma tem diversas causas, mas com o apelo de um produto X que promete clarear a pele, as pacientes acabam usando e tem sim um resultado na primeira semana. Mas com o tempo vem o efeito rebote, as manchas voltam ainda mais escuras. Isso é causado por não saber se a concentração do ativo é indicado para aquela mancha, qual os outros produtos ela usou junto, se ela teve os cuidados de proteção”, explicou a especialista.

Outro queridinho do home care é a esfoliação da pele, ainda mais acessível em sabonetes, por exemplo. Para a esteticista a esfoliação precisa também de acompanhamento profissional, para que o paciente não use produtos com ácidos muito fortes.

“Além dos sabonetes, geralmente as pessoas usam tônicos adstringentes muito fortes, que causam ressecamento, ou limpadores em gel com grânulos muito grandes, que podem arranhar a pele”, enumerou.

Para ela, a via a ser tomada para quem quer cuidar da pele, seja como uma rotina de skincare ou para tratar uma situação específica, é sempre procurar um profissional de saúde estética para indicar de fato o melhor produto. 

“Todos os produtos, por mais simples que sejam, se usados de forma errada podem causar algum dano na pele. É essencial sempre procurar um profissional porque, além de conhecer a sua pele, vai indicar apenas o que o paciente precisa, sem marketing, sem gastos excessivos e sem apelo. O profissional visa a saúde da pele do paciente”, finalizou.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: