DPE mobiliza abaixo-assinado para melhorias no transporte público da região do Itaqui Bacanga

Anúncios

Moradores da área Itaqui-Bacanga foram sensibilizados, nesta quarta-feira (26), a participar do abaixo-assinado, lançado pela Defensoria Pública do Estado (DPE/MA), que busca melhorias para o transporte público da região, que concentra cerca de 200 mil pessoas e 70 comunidades. Para assinar o documento, os interessados podem buscar a sede do núcleo da instituição, no Itaqui-Bacanga, ou ainda acessar o site http://www.defensoria.ma.def.br onde ficará disponível para assinatura eletrônica.

A sensibilização ocorreu durante o diálogo virtual realizado pela Defensoria, que reuniu várias lideranças da área. O encontro foi conduzido pela Ouvidoria Geral com o apoio da Escola Superior e do Núcleo do Itaqui-Bacanga.  Na abertura, o subdefensor-geral Gabriel Furtado, agradecendo a presença de todos, conclamou os participantes a focarem na demanda, com vistas a potencializar soluções e encaminhamentos. “Este momento com a comunidade é muito importante para nós, é o que nos move. E para que alcancemos resultados cada vez mais positivos, precisamos agir alinhados”, destacou.

Anúncios

Dentre os encaminhamentos que já estão sendo articulados, a ouvidora-geral Fabíola Diniz destacou a mobilização dos moradores da região em torno do abaixo-assinado, que ficará disponível até o dia 7 de junho.  “Essa foi mais uma oportunidade de reunirmos lideranças do Itaqui-Bacanga, reforçando o nosso compromisso com a garantia de direitos daquela comunidade. Identificando os problemas, temos mais condições de atuar de forma mais resolutiva”, destacou a representante da sociedade civil na DPE/MA.

Em sua fala, o defensor público Eduardo Rebouças, atual titular do núcleo do Itaqui-Bacanga, reforçou a necessidade do envolvimento de todos na busca do número máximo de assinaturas, para otimizar a interlocução com o Poder Público. “Anotei as queixas das lideranças de forma a conhecer ainda mais todos os problemas da região referentes à temática. Empreenderemos todos os esforços necessarios para garantir transporte de qualidade para essa região e queremos o apoio e engajamento da comunidade para avançarmos ainda mais”, disse Rebouças, que desde o início de abril deste ano atua na unidade.

Anúncios

Os participantes do encontro, transmitido pela plataforma do Google Meet, relataram ainda vários outros problemas relacionados à politica de mobilidade urbana na área. O número de ônibus e linhas insuficientes para atender à região, o que expõe ainda mais a comunidade às graves consequências da aglomeração em tempos de pandemia da Covid-19, foi uma das queixas mais recorrentes.

Também foram apresentados outros problemas como atrasos em rotas do transporte coletivo, problemas nas vias que cortam os bairros, com a ocorrência de muitos acidentes de trânsito, além da falta de abrigos nas paradas de ônibus que penalizam os usuários do transporte coletivo tanto nos períodos de chuva quanto nos de estiagem.

Para a moradora da Vila Embratel e representante da Associação Comunitária do Itaqui-Bacanga, Marcelina Lindoso, a presença da Defensoria Pública na região tem fortalecido a luta dos movimentos sociais por mais direitos respeitados. “Renovamos a esperança de que estes problemas que nos afligem há tantos anos sejam resolvidos e o nosso direito a um transporte público de qualidade seja resguardado”, destacou, alegando que já assinou o abaixo-assinado e está em intensa mobilização por mais adesões.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: