Sem pão e só circo: Com popularidade baixa, Bolsonaro apela para o futebol

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vendo sua popularidade decaindo cada vez mais, começou a apelar para o uso da velha tática do pão e circo. Nesta terça-feira (1º), o presidente disse “no que depender do governo federal”, a Copa América será realizada no Brasil. Segundo ele, a decisão foi tomada após consulta feita a ministros.

A política de Pão e Circo é uma tão velha que tem registro desde dos tempos da República Romana e o Império Romano, até metade do século XX, se tem registro dessa tática para enganar o povo. Esta frase tem origem na ‘Sátira X’ do humorista e poeta romano Juvenal (vivo por volta do ano 100 d.C.) e no seu contexto original, criticava a falta de informação do povo romano, que não tinha qualquer interesse em assuntos políticos, e só se preocupava com o alimento e o divertimento.

Anúncios

Porém, Bolsonaro inaugurou uma nova tática que chamarei de “Sem pão e só circo”. Com o aumento dos preços dos alimentos básicos, o povo começou a se alimentar mais ovos e raramente usufrui da carne. Desesperado, Bolsonaro não quer e nem sabe como fazer para diminuir os preços. Sobrou somente então o circo.

Então apareceu a oportunidade, a Copa América. Após a desistência da Argentina em sediar a Copa, pois viu que seria um problema fazer uma grande evento durante uma pandemia que até o momento não está controlada. O Governo Bolsonaro viu que poderia armar o circo que tanto precisava.

“Fui procurado pela CBF [Confederação Brasileira de Futebol] com a informação de que a Argentina não iria mais sediar a Copa América, e perguntaram se o Brasil poderia sediá-la. A primeira resposta foi ‘a princípio, sim’. Conversei com ministros [de pastas] que poderiam estar envolvidos no evento, e eles foram unânimes. Todos deram sinal positivo”, disse o presidente em cerimônia no Palácio do Planalto, destinada à assinatura de contratos de patrocínio com outras confederações esportivas.

Anúncios

O mais absurdo disso foi a rapidez na resposta para essa afronta com as vidas perdidas pelo Covid-19. Enquanto enrolou por meses a compra de vacina contra coronavírus, Bolsonaro respondeu e assumiu o comando para articular a vinda da Copa América.

“Considero este um assunto encerrado. Todos os meus ministros são favoráveis à Copa América no Brasil, com os mesmos protocolos das Eliminatórias [da Copa do Mundo] e da Libertadores das Américas. Caso encerrado”, afirma Bolsonaro.

Pernambuco já declarou que proibirá a realização da Copa em seu estado, um exemplo que devia ser seguidos por todos os estados do Brasil. Chegando aos 500 mil mortes (meio milhão) de mortos por covid-19, o clã da morte, vulgo Governo Bolsonaro, luta constantemente pela morte do brasileiros e sendo apoiado por 30% que cada vez mais diminui.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: