Assassino de Bruna Lícia é reintegrado ao quadro da PM do maranhão

Na última terça-feira (15), Carlos Eduardo Nunes Pereira, assassino de Bruna Lícia Fonseca Pereira e de José Willian dos Santos Silva, foi reintegrado ao quadro da Polícia Militar do Maranhão. A reintegração foi publicada no Diário Oficial do Maranhão.

Carlos Eduardo cometeu o duplo homicídio no dia 25 de janeiro de 2020, quando atirou em Bruna Lícia e José Willian. Carlos Eduardo não namorava mais Bruna Lícia, quando invadiu a casa de Bruna, encontrando ela com José Willian.

Anúncios

O crime chocou e foi noticia nacionalmente. Chega ser um absurdo que a Polícia Militar do Maranhão tenha um assassinado que assumiu que atirou na ex-mulher.

De janeiro a dezembro de 2020, o Maranhão registrou 60 casos de feminicídio, de acordo com a Secretaria de Segurança do Maranhão (SSP-MA). No mesmo período de 2019, o estado contabilizou 48 casos. Na Grande Ilha, o total de ocorrências corresponde a 12 feminicídios no referido ano.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: