Clínica São Francisco: Hospital de NeuroPsiquiatria acumula 135 processos, aponta JusBrasil

A Clínica São Francisco de NeuroPsiquiatria, que adotou o nome atualmente de Hospital de Neuropsiquiatria, possui atualmente 135 processos em andamento, conforme aponta o JusBrasil. Dentre os casos, a maioria está no 16º Tribunal Regional do Trabalho (TRF16), seguido pelo 1º Tribunal Regional Federal (TRF1)

A Clínica São Francisco é conhecida por vários casos de maus tratos a pacientes que possui problemas mentais. O último caso mais conhecido foi a história do trabalhador Francisco Osvaldo, que morreu aos 38 anos, que morreu após três dias de ter sido devolvido pela Clínica São Francisco com marcas de violência corporal e 40kg mais magro.

A família de Francisco Osvaldo lutam todo dia para que o caso não seja esquecido e que tenha justiça. A clínica fica localizada na Altura do n° 2, Av. Tancredo Neves, s/n – Cidade Operária, em São Luís – MA.

Caso de Vitor Sales

Em 2015, Vítor Alves Sales, de 21 anos, morreu enquanto estava internado na clínica São Francisco de neuropsiquiatria, na Cidade Operária, em São Luís. A mãe de Vítor, Claudineide Alves Sales, disse que o internou na clínica no dia 23 de novembro para fazer um tratamento contra as drogas e só poderia visitá-lo 15 dias depois. No dia 8 de dezembro, ela foi até lá, mas não pode ver o filho mesmo tendo completado 16 dias de internação.

No dia 14 de dezembro, ela recebeu uma ligação de um funcionário da clínica dizendo que o filho havia sido levado o Socorrão II. “Quando ligaram para mim disseram que o Vítor teve uma pequena discussão no hospital, ele foi levado para o Socorrão II e está na UTI”, contou Claudineide.

Parentes afirmam que ele foi espancado dentro da clínica e a família não foi procurada para receber explicações. A polícia já ouviu funcionários da clínica e está aguardando o resultado do laudo do IML.

O delegado Jeffrey Furtado também vai analisar o prontuário aberto no Socorrão II onde Vítor foi internado para saber quem o atendeu e em que estado ele chegou lá. “Acreditamos que com a tomada de todos esses depoimentos e com a chegada do laudo de necropsia que foi realizado no corpo da vítima a agente vai esclarecer o que realmente aconteceu”, explicou.

A clínica São Francisco de neuropsiquiatria disse que não pratica nenhum tipo de discriminação e que está à disposição para esclarecer as informações necessárias para elucidar o que aconteceu.

2 comentários

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: