UNICEF e CESJO celebram resultados das ações contra a covid-19 em São Luís

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Centro Educacional e Social São José Operário (CESJO), realizaram na terça-feira ( 03/08) a apresentação dos resultados de quatros meses das ações contra a covid-19 nos bairros mais atingidos nesse cenário, em São Luís. O foco do trabalho se deu, principalmente, nos territórios mais vulneráveis quanto aos meios de prevenção e combate ao vírus. A iniciativa mobilizou 88.753 crianças, adolescentes e jovens dessas comunidades para o enfrentamento à pandemia.

Anúncios

Coletivos de jovens do Batuque de Dentro foram um destaque nas atividades durante o projeto e estiveram presentes também no encerramento. Na ocasião, adolescentes e jovens fizeram apresentações de capoeira como também a interpretação da artista Ellen Oliveira que cantou a música “Batuque de Dentro”, composta pelos adolescentes e jovens de São Luís, sobre o cuidado mútuo que o enfrentamento da covid-19 requer essencialmente para cultivar hábitos saudáveis. Desde 2019, os jovens do Batuque de Dentro alcançaram mais de 60 mil pessoas em todo o Estado do Maranhão, debatendo e alertando sobre práticas de autocuidado no cenário da pandemia, bem como a mobilização de agentes das comunidades para apoio a inclusão social.

Na capital, o projeto se agrega a grupos específicos de atuação comunitária como associações de moradores, clube de mães, Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREA) e coletivos de jovens para atividades educativas e de autocuidado em quatro macrorregiões de São Luís: Anjo da Guarda, Coroadinho, Cidade Operária e Cidade Olímpica.

Entre os resultados conquistados está a formação de lideranças locais entre jovens, a realização de 10 eventos virtuais e 19 eventos presenciais de capacitação, impactando mais de 700 crianças, adolescentes e jovens nas macrorregiões. As principais temáticas abordadas na formação foram: mobilização social e autocuidado, saúde mental e menstrual, enfrentamento ao racismo, como se prevenir e lidar com notícias falsas, violência intrafamiliar em contexto de distanciamento social, empoderamento de adolescentes jovens entre outros assuntos sugeridos pelas comunidades para debates e rodas de conversa.

Anúncios

“A apresentação dos resultados fomenta parcerias para a continuidade das ações que, por meio desses dados, demonstra a importância que o projeto tem para as comunidades em que atua. A parceria junto ao UNICEF tem sido uma articulação desenvolvida em dois ciclos de atividades, com alcance de milhares de pessoas”, ressaltou a coordenadora do Projeto Batuque de Dentro, Gisele Silva Sá.

Como parte das atividades, o UNICEF instalou 72 estações de lavagens de mãos nas escolas municipais, terreiros e áreas de uso comum em comunidades vulneráveis, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de São Luís e organizações sociais locais. Com o projeto, o Fundo das Nações Unidas e parceiros doaram 1.150 kits de higiene, 13.900 máscaras, 350 kits conectividades com celular, chip, recarga, caderno, máscara, álcool em gel e o Manual Antirracista da escritora Djamila Ribeiro para adolescentes cadastrados em situações de exclusão digital, escolar e social. Além disso, nas atividades educativas e rodas de conversa nas comunidades, CRAS e CREAs, o projeto também entregou diversos materiais informativos alcançando mais de 70 mil pessoas.

“Os resultados comprovam que atuar com parcerias é a chave para fortalecer o cuidado mútuo, a proteção e inclusão dos mais vulneráveis. Milhares de pessoas positivamente impactadas com doações de kits de higiene, kits de conectividade, produção de máscaras caseiras, estações de lavagem de mãos, rodas de conversa e mobilização comunitária contra a covid-19. Isso tudo é uma evidência de que podemos fazer ainda mais pelas crianças e adolescentes em comunidades vulneráveis. As atividades em escolas, comunidades e terreiros incentivam o autocuidado e o autoconhecimento. Quando a gente consegue unir esforços, os resultados são maravilhosos. Esse é o nosso objetivo para cada criança”, ressalta a chefe do escritório do UNICEF em São Luís, Ofélia Silva.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: