Comunidade Argola e Tambor é beneficiada com projeto itinerante da Defensoria Pública

Com a realização de dezenas de atendimentos jurídicos, a Defensoria Pública do Estado (DPE/MA) esteve, nesta sexta-feira (20), na comunidade Argola e Tambor, na Cidade Nova, região do Itaqui-Bacanga. A ação social é a quarta desde que a instituição retomou, no final do mês passado, o projeto Defensoria na Comunidade, que promove acesso a direitos com o suporte da sua unidade móvel.       

Anúncios

A edição atual do projeto itinerante foi temática, alusiva aos 15 anos da Lei Maria da Penha, como explicou a ouvidora-geral da DPE/MA, Fabíola Diniz, coordenadora da iniciativa. “A convite do Coletivo de Mulheres Unidas da Região do Gapara, trouxemos os serviços da Defensoria para essa comunidade, nos integrando a programação do Agosto Lilás, com foco no combate à violência contra mulher”, esclareceu a ouvidora.

As assistidas de Argola e Tambor e de outras cinco comunidades do entorno   que compareceram à Praça das Mangueiras, onde a unidade móvel ficou estacionada, receberam orientações sobre a necessidade do empoderamento feminino na construção de uma sociedade mais justa e igualitária. A palestra foi ministrada pela defensora pública titular do Núcleo de Defesa da Mulher e da População LGBTI+, Lindevania Martins. 

“Em defesa das mulheres e por uma vida sem violência, foi com muita alegria que estivemos nessa comunidade, em um mês tão especial onde comemoramos os 15 anos da Lei Maria da Penha, fortalecendo a nossa luta pelo fim da violência de gênero”, destacou a defensora pública.

Anúncios

A receptividade de Argola e Tambor superou as expectativas da Defensoria. Edinilza Pereira foi umas das moradoras da região que buscou os serviços da instituição. “Saio daqui feliz por ter resolvido a minha questão. Além de buscar orientações sobre um processo que já tenho na Justiça, também verifiquei como solucionar a situação da paternidade do meu filho, e tudo bem perto de casa. Espero que a Defensoria volte outras vezes para a nossa comunidade”, afirmou. 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: