Preso na Espanha, sargento que traficou 39kg de cocaína em avião da FAB ainda recebe salário

O segundo-sargento Manoel Silva Rodrigues, preso há mais de dois anos na Espanha por, em julho de 2019, ter sido pego transportando 39 kg de cocaína na bagagem de um avião da FAB que dava apoio à comitiva de Jair Bolsonaro, segue recebendo normalmente seus honorários como militar da ativa.

Anúncios

Condenado a seis anos de prisão, Rodrigues ainda consta como militar da ativa no Brasil, segundo O Globo. Seu salário mensal está na faixa dos R$ 7 mil brutos.

Em junho deste ano, segundo o Portal da Transparência, o militar recebeu R$ 9.975 líquidos. O salário veio com um bônus referente a uma gratificação natalina de R$ 3 mil.

De junho de 2019 até agosto de 2021, o segundo-sargento da FAB recebeu pelo menos R$ 180 mil dos cofres públicos.

A FAB afirma que o militar só será expulso e terá os honorários anulados quando houver uma condenação definitiva contra ele.

Por Brasil 247.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: