Trabalho da Residência do HU-UFMA conquista prêmio Magaldi, concedido às pesquisas de grande relevância na área da investigação nefrológica

trabalho multicêntrico intitulado “Chikungunya fever as a trigger for different renal disorders”, fruto de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da residência em nefrologia do Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA/Ebserh/MEC), conquistou o primeiro lugar do prêmio Magaldi no 21º Congresso Paulista de Nefrologia, realizado de 29 de setembro a 2 de outubro de forma virtual devido à pandemia.

Anúncios

A pesquisa investigou as lesões renais decorrentes de infecção por Chikungunya, sendo a primeira descrição de casos com documentação de acometimento renal nesse tipo de infecção. O trabalho concluiu que a Chikungunya funciona como gatilho para diferentes patologias renais e que o acompanhamento de pacientes sintomáticos a longo prazo não mostrou desenvolvimento de lesões renais.

A investigação mostrou a importância e a força do trabalho em rede, proporcionando estudos desenvolvidos em âmbito nacional com amostragem significativa de casos. A pesquisa foi desenvolvida no HU-UFMA e no HC-UFPE, com a participação de vários outros hospitais universitários: HC-UFMG, HULW-UFPB, UCAM-UFES e HC-UFTM, todos vinculados à rede Ebserh. Foram estudados 16 casos de biópsias renais do HU-UFMA e 118 pacientes em acompanhamento ambulatorial no HC-UFPE, sendo 04 pacientes agudos e 114 pacientes crônicos.  

O coordenador da pesquisa, Gyl Eanes, ressaltou a importância de receber a premiação de tamanha relevância. “Estamos muito felizes com o reconhecimento, pois mesmo diante da situação atual e de todas as dificuldades, conseguimos desenvolver pesquisa dentro dos nossos hospitais. Esse prêmio vem coroar nosso empenho e dedicação, além de valorizar a ciência, estimulando docentes e discentes a não desistirem dos estudos acadêmicos, evidenciando todo o potencial de pesquisa dos hospitais federais da rede Ebserh.”.

Anúncios

A superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, disse que a premiação chancela todo o empenho e comprometimento da equipe do hospital. “Estamos em um momento bastante desafiador para a área da saúde, que é a pandemia da Covid 19, e desenvolver pesquisa nesse cenário se torna ainda mais árduo, por isso esse prêmio vem laurear todo o esforço dos profissionais que não deixaram se abater pelas dificuldades. Isso mostra a importância da pesquisa para a Instituição, que vai refletir na assistência à população e também no ensino, o que é fundamental para o desenvolvimento da ciência no nosso estado.”.

O trabalho teve como principais autores o residente em Nefrologia do Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA) Carlos Eduardo Everton Machado e a doutoranda Denise Maria do Nascimento Costa (HC-UFPE), sob a supervisão dos preceptores: Vera Magalhães da Silveira (HC-UFPE) e Gyl Eanes Barros Silva (HU-UFMA). O estudo contou também com a colaboração dos autores: Precil Diego Miranda de Menezes Neves (USP), Dyego José de Araújo Brito (HU-UFMA), Samira Shizuko Parreão Oi (HU-UFMA), Flávio Henrique Soares Barros (MA), Luiz Tadeu Moraes Figueiredo (FMRP-USP), Stanley de Almeida Araújo (HC-UFMG), Francisco Rasiah Ladchumananandasivam (HULW-UFPB), Marlene Antonia dos Reis (HC-UFTM), Weverton Machado Luchi (UCAM-UFES), Joyce Santos Lages (HU-UFMA), Natalino Salgado Filho (HU-UFMA), Luiz Fernando Onuchic (USP), Angela Luzia Branco Pinto Duarte (HC-UFPE), Claudia Diniz Lopes Marques (HC-UFPE), Maria Rosângela Cunha Duarte Coêlho (HC-UFPE), Camila Barbosa Lyra de Oliveira (HC-UFPE), Gisele Vajgel Fernandes (HC-UFPE), Maria Alina Gomes de Mattos Cavalcante (HC-UFPE) e Lucila Maria Valente (HC-UFPE).

O evento teve a temática “integrando gerações” com uma programação científica voltada para todos os profissionais que se dedicam à Nefrologia e com conteúdo dirigido às ligas acadêmicas, aos residentes, aos pós-graduandos e aos profissionais da ciência básica e equipe multiprofissional. Objetivando integrar todas as áreas de conhecimento na especialidade, assim como as diferentes gerações de nefrologistas.

Anúncios

Sobre o prêmio:

O prêmio Magaldi é conferido bianualmente pela Sociedade de Nefrologia do Estado de São Paulo (Sonesp) como incentivo à investigação nefrológica e como homenagem ao Prof. Dr. José de Barros Magaldi (1913-1978). Professor Magaldi foi Professor Titular de Clínica Médica, na Disciplina de Nefrologia da Faculdade de Medicina; Professor-Adjunto, no Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública; Chefe do Serviço de Nefrologia do Hospital das Clínicas de São Paulo; fundador e primeiro Presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN).

Os trabalhos inscritos na premiação deviam estar relacionados a temas de Nefrologia Experimental, Nefrologia Básica, Nefrologia Clínica (Doença Renal Crônica, Lesão Renal Aguda, Glomerulopatias, Nefrolitíase, Doenças Císticas Renais, Tubulopatias, Infecção Urinária, Doenças Raras e similares), Tratamento Dialítico em suas diferentes modalidades, Transplante Renal ou Hipertensão Arterial.

Anúncios

Publicado originalmente em 01/10/21, no site do HU-UFMA. 

Por: Alexsandra Jácome/Unidade de Comunicação Social do Hospital Universitário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: