I Fórum Internacional Indígenas na História terá início no dia 23 de novembro, com debates sobre os povos indígenas enquanto povos tradicionais

Será início no dia 23 de novembro o I Fórum Internacional Indígenas na História, realizado pelo Programa de Pós-Graduação em História (PPGHis) e pelo grupo de Estudos do Mundo Atlântico e suas Diásporas (GMAD) da UFMA, com apoio da Facultad de Ciencias Humanas da Universidad Nacional del Centro (Unicen), da Argentina, e da Universidade de Pernambuco (UPE). O evento será on-line, irá até o dia 26 de novembro e tem como objetivo debater a vivência indígena e os aspectos sociais e históricos que a perpassam, com palestras de pesquisadores de universidades nacionais e internacionais. Interessados podem submeter trabalhos para os simpósios temáticos por meio do site do Fórum até o dia 20 de novembro, com cobrança de taxa.

Anúncios

O tema do evento propõe uma visão abrangente, mas sem generalizar a vivência indígena. O objetivo é tratar sobre os povos indígenas enquanto povos tradicionais e que compartilham de características semelhantes no pós-colonialismo. A organizadora Soraia Sales Dornelles, professora do Departamento de História da UFMA, relatou que ser indígena nas Américas é ser parte de uma coletividade histórica de negociação, conflito, mestiçagem e resistência cultural.

“Ameríndios viveram e vivem em um contexto multiétnico e em interação contínua muitas vezes convergente, outras conflituosa, com a sociedade envolvente e também entre si. Nesse sentido, estudos sobre a temática indígena têm suscitado, cada vez mais, diálogos interdisciplinares entre os campos da antropologia, da história e da educação, contribuindo para que pesquisadores de diferentes áreas aprofundem o entendimento sobre as diversas formas de interação e relação sociocultural entre as populações indígenas”, explicou.

As palestras idealizadas abordam temas como a história indígena no continente americano, a etnopolítica, as relações indígenas com os conceitos de territorialidade e identidade, e os desafios etno-culturais enfrentados por povos tradicionais. A conferência de abertura do Fórum será apresentada por Maria Regina Celestino de Almeida, da Univesidade Federal Fluminense (UFF); e Gersem Luciano Baniwa, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Confira a programação

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: