Combate à pobreza menstrual em São Luís ganha mais destaque na Câmara

O co-vereador Jhonatan Soares levou o tema ao plenário durante o seu discurso

Anúncios

O co-vereador Jhonatan Soares, do Coletivo Nós (PT), usou a tribuna da Câmara Municipal de São Luís, na manhã desta quarta-feira (01/12), para destacar a importância do movimento “Nós Menstruamos”, campanha de conscientização que tem como objetivo combater a pobreza menstrual com a arrecadação de absorventes.

De acordo com o parlamentar, representantes de 15 instituições públicas e entidades da sociedade civil organizada realizam a ação no Maranhão. A iniciativa tem como objetivo arrecadar absorventes para serem doados a meninas e mulheres em situação de cárcere no estado.

Na capital maranhense, o lançamento da campanha ocorreu nessa quarta-feira, 1º, através de iniciativa do Coletivo Nós (PT), por meio da Frente Parlamentar de Políticas Públicas às Mulheres.

Anúncios

“A campanha é uma proposta do nosso mandato como parte das ações da Frente Parlamentar em Defesa de Políticas públicas às Mulheres de São Luís. O objetivo da campanha é enfrentar a pobreza menstrual e fazer com que esse combate se torne uma política pública no nosso Estado do Maranhão”, declarou.

De acordo com o parlamentar, entre as propostas desta ação está a apresentação de projetos de leis nas câmaras municipais dos 217 municípios maranhenses para que o tema relacionado à pobreza menstrual se torne uma política pública para todas as mulheres maranhenses.

“A campanha deverá ser articulada nos municípios da Grande Ilha de São Luís, por isso que nós fizemos aqui na nossa cidade, na nossa Câmara e contamos, inclusive, com as presenças de vereadoras de São José de Ribamar e Alcântara. Raposa e Paço do Lumiar não mandaram representantes, mas a ideia é articularmos essa iniciativa em todas as regiões do Estado”, frisou.

Anúncios

O co-vereador concluiu seu pronunciamento destacando que a ideia é chamar a atenção da sociedade para a realidade de mulheres em situação de vulnerabilidade que não tem condições de comprar produtos de higiene pessoal específicos para o período menstrual.

“Mais de 50% das meninas em São Luís têm dificuldade de falar sobre esse assunto e uma a cada 10 delas deixam de ir à escola em nossa cidade por não ter recursos próprios [ou sua família] para poder adquirir os absorventes. Então nesse sentido, esse projeto de lei, será importante para que nós possamos pautar isso”, concluiu.

Dados oficiais

Dados do relatório “Livre para Menstruar”, obtidos pela Defensoria Pública do Maranhão, apontam que uma em cada quatro adolescentes brasileiras não tem um pacote de absorventes quando menstrua.

Anúncios

Uma outra pesquisa aponta que 22% das brasileiras de 12 a 14 anos não têm acesso a produtos de higiene específicos para o período menstrual, número que sobe para 26% na faixa de 15 a 17 anos.

Leia mais Notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande um pix para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: