Apoiadores de Bolsonaro agridem jornalistas na Bahia

Neste domingo (12), jornalistas foram agredidos por apoiadores do Presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) e apoiados por seguranças do local. O ato covarde de atacar trabalhadores foi durante uma visita de Jair Bolsonaro em Itamaraju, Extremo Sul do Estado da Bahia.

Anúncios

A face do fascismo se mostra quando membro de um seita se sentem a vontade para cometer crime em nome de um ser repugnante. Os jornalistas Chico Lopes e Dario Cerqueira (Aratu), da TV Aratu; e Camila Marinho e Clesriton Santana (Bahia), da TV Bahia, foram atacados por bolsonaristas para impedir que eles se aproximassem do Bolsonaro.

É mais um caso de ataque ao trabalho da imprensa dentro do Brasil. Conforme o Correio 24h, um dos seguranças segurou a repórter Camila Marinho pelo pescoço, com a parte interna do antebraço, numa espécie de “mata-leão” e teve a pochete roubada na confusão, que foi recuperada depois. Já o repórter Chico Lopes levou um tapa de outro segurança, quando a equipe do presidente tentou impedir que os jornalistas das duas emissoras erguessem os microfones em direção a Bolsonaro. Um apoiador atacou os microfones das equipes e rasgou a espuma que cobria o da TV Bahia, além de ameaçar desferir um soco em direção aos colegas.

Anúncios

Esse tipo de comportamento agressivo é apoiado e incentivado por Jair Bolsonaro, que desde o começo do seu mandato, usa o discurso do ódio para alimentar seus minions. Igualmente como se fazia no fascismo, a violência e a ideologia de odiar quem não pertence ou apoia o líder da seita. O ataque a imprensa faz parte do fascismo. A imprensa considerada o quarto poder por vigiar e zelar pela democracia, acaba sendo o maior alvo de governos corruptos e autoritários.

Recuado e perdendo cada vez mais eleitores, o clã bolsonarista vai cada vez mais ficar agressivo, como animais amedrontado.

Segundo levantamento feito anualmente pela FENAJ, desde 2019 vem crescendo o número de ocorrências de ataques contra a imprensa, sendo que mais de 40% destes casos estão diretamente ligados ao presidente e seus apoiadores. É evidente que o clima de violência contra jornalistas tem relação íntima com as falas de Bolsonaro e seus filhos, que fazem um discurso a seus seguidores mais radicais indicando parte da imprensa e do jornalismo como inimigos do governo.

Anúncios

Com informações da FENAJ.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: