Festival do Camarão e Siri pode ser incluso no calendário oficial de São Luís

PL foi criado pelo Coletivo Nós (PT) com o objetivo de proteger e fortalecer a cultura maranhense

Anúncios

Está em tramitação na Câmara de São Luís o Projeto de Lei n.º 305/21 que dispõe sobre a inclusão do “Festival do Camarão e Siri” no calendário oficial do Município de São Luís. A autoria da proposição é do Coletivo Nós (PT).

Segundo o PL, o Festival do Camarão e Siri será comemorado anualmente em agosto no povoado Arraial, localizado no bairro Quebra Pote. A proposição informa ainda que a realização do referido evento tem por finalidade exaltar as riquezas da zona rural e perpetuar a história, as tradições e os valores das comunidades localizadas naquela área de São Luís.

“O Festival visa oportunizar aos pescadores e artesãos a comercialização de seus trabalhos para geração de renda. Ele também visa promover o engajamento das comunidades, através da cultura, culinária, esporte e lazer. Entre os objetivos também está o desenvolvimento socioeconômico de pescadores da comunidade do Arraial, o fomento à inclusão social e o incentivo ao turismo rural”, explicou o Coletivo Nós (PT) no Projeto de Lei.

Anúncios

Segundo o documento, atualmente o evento é realizado pelas pessoas que moram na zona rural e visa fortalecer as comunidades ao estimular a economia solidária e incentivar a confecção de artesanato que retrata a paisagem local. A proposição ainda informa que o Festival também amplia as possibilidades de inserção e permanência dos maranhenses no mercado.

Segundo a co-vereadora, Raimunda Oliveira, a elaboração do Projeto de Lei pelo Coletivo Nós foi motivada por uma manifestação da comunidade da zona rural. “O Festival do Camarão e Siri acontece todos os anos no mês de agosto no povoado Arraial, com esforços da própria comunidade. No ano passado aconteceu a 16ª edição do evento que contou com o apoio do Coletivo Nós e do Governo do Estado. E, na ocasião, a comunidade manifestou o interesse de fazer parte do calendário cultural do Estado e do Município. Por isso o Coletivo Nós elaborou proposições que objetivaram incluir o evento nos calendários de São Luís e do Estado”, explicou.

Raimunda Oliveira continuou a explanação ao informar que mais de mil famílias habitam na área do Arraial e vivem da pesca e agricultura familiar. No entanto, segundo a co-vereadora, os produtos daquelas famílias não possuem a devida valorização.

“Foi ouvindo as demandas da comunidade e verificando os potenciais e riquezas naturais que o Arraial possui que o Coletivo Nós propôs a inclusão do Festival do Camarão e Siri nos calendários do Município e do Estado. O evento é fonte de renda, incentiva a cultura e significa maior produção para a comunidade, bem como trabalho e renda para as pessoas e as famílias que anualmente se reúnem para mostrar e negociar seus produtos. O Festival é um espaço de oportunidade para a comunidade e o Coletivo Nós fica muito feliz em poder contribuir com o bem viver da comunidade do Arraial e da zona rural”, assinalou Raimunda Oliveira.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: