Câncer: a busca pela sobrevivência

04 de fevereiro é lembrado como o Dia Mundial de Combate ao Câncer e tem como objetivo conscientizar a população acerca da importância de um diagnóstico precoce

Anúncios

Aos 51 anos de idade, o diagnóstico de câncer de mama. Uma notícia que ninguém quer receber, afinal de contas, sempre foi uma mulher com hábitos de consultas médicas de rotina, qualquer dor ou alguma anormalidade pelo corpo, buscava ajuda. Mas o ano de 2020 para a microempresária, Antonia Garcês, começou bem diferente do que esperava. Eis que começava uma luta incansável em busca da cura. 

“Sempre mantive rotinas médicas à risca. O diagnóstico do câncer de mama pra mim foi um choque. Mas não deixei me abalar e ali, com o diagnóstico em mãos, começava a batalha contra a doença. Fiz a cirurgia e com o retorno ao médico, fui informada da necessidade de enfrentar sessões de quimioterapia e radioterapia”.

A microempresária contou que a grande preocupação foi com a queda do cabelo, pois a vaidade sempre falou alto e já na segunda sessão, sentiu o cabelo cair, batendo o desespero, medo e a insegurança. Hoje, depois de tudo que passou, não sente vergonha de contar a sua história de luta e superação, além de incentivar outras pessoas a ter fé, equilíbrio emocional e vencer, como ela venceu.

Anúncios

Antonia entrou para as estatísticas de casos registrados no estado. De acordo com os dados da SES, de 2020 a 2021, o Maranhão registrou 1.699 casos de câncer de mama, sendo 1.221 notificações em 2020 e 478 casos em 2021. Além disso, o Estado registrou nesse período 430 mortes em decorrência da doença, sendo 250 óbitos em 2020 e 180 em 2021.

Dia 04 de fevereiro é o Dia Mundial do Câncer, uma iniciativa global organizada pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS) e tem como objetivo aumentar a conscientização e a educação mundial sobre a doença.

A médica Oncológica do Sistema Hapvida, Isadora Cordeiro, dá várias dicas importantes sobre o surgimento da doença, causas, tratamento e cura.

O que é o câncer?

O câncer é um conjunto de muitas doenças agrupadas, distintas entre si. “É um grupo que tem em comum a multiplicação e o crescimento desordenado de células. Cada sítio, órgão de acometimento e tipo histológico, vai determinar o tipo de neoplasia, com características bastante diferentes, que as distinguem umas das outras,” explicou.

Anúncios

Como surge o câncer?

O câncer surge a partir de uma mutação genética – uma alteração no DNA da célula – que passa a receber instruções erradas para as suas atividades. Essas alterações podem ocorrer em genes especiais, denominadas proto-oncogenes, que a princípio são inativos em células normais. Quando ativados, os proto-oncogenes tornam-se oncogenes, responsáveis por transformar as células normais em células cancerosas.

Quais as causas da doença?

Não se tem documentado causas específicas e diretas para o desenvolvimento das neoplasias. O que se sabe até então é que existem fatores de risco, que são condições que propiciam uma maior tendência à formação de tumores, como explica a médica. “A exposição aos fatores de risco não é condição obrigatória para o desenvolvimento do câncer e não estar exposto não significa que não possa desenvolver. Por exemplo, existem pessoas que têm câncer de pulmão e nunca fumaram, por outro lado, outras que fumaram a vida inteira e não desenvolveram câncer de pulmão. Mas a ciência sabe que o hábito do tabagismo aumenta em até 30 vezes o risco de desenvolver câncer de pulmão. Portanto, o tabagismo é um fator de risco, assim como o HPV para câncer de colo uterino, as hepatites para câncer de fígado”, pontuou Isadora.

Anúncios

Por outro lado, existem os fatores de proteção, que incluem uma dieta equilibrada, ingestão adequada de água e atividade física regular.

Tipos de câncer

O câncer mais comum em incidência no mundo, segundo especialistas, é o câncer de pele não melanoma. Descartando os cânceres de pele, os mais comuns são o câncer de pulmão, câncer de mama (em mulheres), câncer de próstata (em homens) e colorretal.

Além desses já citados, existem os câncer anal, bexiga, boca, colo do útero, corpo do útero, esôfago, estômago, fígado, infantojuvenil, intestino, laringe, leucemia, linfoma de Hodgkin, linfoma não Hodgkin, mama, ovário, pâncreas, pênis, próstata, sistema nervoso central, testículo e tireoide.

Prevenção

A prevenção dos cânceres é feita quando deixamos de nos expor aos fatores de risco, destacou a oncologista. Quanto menos fatores de risco estivermos expostos, menores as chances de vir a desenvolver, portanto, deve-se abandonar:

– O hábito do tabagismo;

– Manter uma dieta equilibrada e livre especialmente de enlatados, embutidos e conservantes;

– Fazer atividade física regularmente;

– Evitar exposição excessiva ao sol sem proteção;

– Manter calendário vacinal sempre atualizado, especialmente, das vacinas contra doenças relacionadas aos fatores de risco de neoplasias;

– Fazer exames médicos periódicos, exames de rastreamento indicado de acordo com a faixa etária. 

Anúncios

Tratamento

O tratamento do câncer pode ser feito através de cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou transplante de medula óssea. Em muitos casos, é necessário combinar mais de uma modalidade. 

A cura

Muitas neoplasias malignas são potencialmente curáveis. O diagnóstico precoce é quem vai determinar as chances de cura, portanto, quanto antes buscar assistência médica, mais precoce o diagnóstico e maiores as chances de cura.

Lembra da Antônia, nossa personagem? Pois bem, hoje ela é uma nova mulher, mais forte e com a certeza de que o câncer é possível sim ser vencido, com determinação, força de vontade, fé e, principalmente, tendo o apoio da família. “A família precisa ser a base, porque um tratamento como esse não é fácil, a gente precisa de apoio, os altos e baixos aparecem, a vontade de desistir aparece, o medo de morrer é grande, então, se não tivermos pessoas ao nosso lado que possam dar o suporte necessário, o tratamento se torna mais difícil. A família é tudo nessa hora”, finalizou a microempresária.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: