HU-UFMA e Sociedade Brasileira de Urologia coordenam mutirão de cirurgias para combater o câncer de pênis

O mês de fevereiro foi instituído pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) como o mês de Prevenção do Diagnóstico de Câncer de Pênis, uma vez que dia 04 de fevereiro é o Dia Mundial do Câncer. Aproveitando a data para alertar os homens com relação aos cuidados que podem evitar a doença, será realizado um mutirão de cirurgia de postectomia (circuncisão), no dia 04/02, em todos os Estados do Norte e Nordeste, para cerca de 150 homens que já estão cadastrados nas filas de espera dos hospitais participantes.

Anúncios

A postectomia é indicada para os casos de fimose (quando a pele que recobre o pênis não deixa a glande ser exposta), fator que pode contribuir para o câncer de pênis, um tipo de tumor que atinge milhares de homens anualmente. A ação será coordenada pelo Hospital Universitário da UFMA em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia Seccional Maranhão.

O mutirão no HU-UFMA está sob a organização da Unidade do Sistema Urológico, tendo como profissional a frente, o responsável técnico da Urologia do HU-UFMA, José de Ribamar Rodrigues Calixto, que também é o coordenador do Departamento de Câncer de Pênis da SBU. Serão disponibilizadas duas salas de cirurgias para realizar os procedimentos, uma na Unidade Presidente Dutra e outra no prédio de Litotripsia, nas quais serão realizadas 10 cirurgias pela manhã. A ação envolverá os profissionais e residentes do serviço, que estarão divididos nesses dois prédios.

Anúncios

O presidente da SBU/MA, Jório Barros do Carmo, destaca a importância da ação “Sabemos ainda que a procura por profissionais de saúde e diagnóstico precoce de todos os tipos de câncer, incluindo o pênis, foi bastante reduzida nos últimos dois anos devido a pandemia de covid 19. Em face disso a sociedade brasileira de urologia – SBU, por meio de suas seccionais está promovendo no mês de fevereiro um mês de combate ao câncer de pênis. No intuito de chamar a atenção para a doença iremos promover a realização de procedimentos cirúrgicos de postectomia. O diagnóstico precoce é fundamental para que o tratamento seja menos mutilador e traumático.”

Uma pesquisa de 2018 realizada no Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado à Ebserh, revela que o Maranhão é líder em casos de câncer de pênis no Brasil e no mundo. Ela foi realizada por um grupo formado por 12 pesquisadores, 11 do Maranhão e uma de São Paulo, divididos entre profissionais, acadêmicos e pós-graduandos. Baseado na pesquisa, foi publicado o artigo científico “Penile cancer in Maranhão, Northeast Brazil: the highest incidence globally?”, que determina a incidência mínima de câncer de pênis e descreve as características epidemiológicas e clínicas dos pacientes diagnosticados com a doença no estado do Maranhão. De acordo com o Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC), o Maranhão aparece como o líder no mundo em casos de câncer de pênis, com 6.1 por cada 100 mil habitantes. (estatística não oficial, realizada por meio de trabalhos científico locais).

Anúncios

“O câncer de pênis ainda é uma doença frequente em nosso país, principalmente em algumas regiões do Norte e Nordeste, nas quais o índice de homens acometidos só é menor do que o de alguns países da África subsaariana. O tratamento deste câncer, dependendo da evolução da doença, pode tornar necessária a amputação parcial ou até mesmo total do órgão. A limpeza inadequada do pênis, provocada algumas vezes pela presença de fimose, e as infecções sexualmente transmissíveis estão entre as principais causas desse tipo de câncer. A SBU, nessa campanha, pretende divulgar essas informações, fazendo com que os homens se conscientizem da importância desses cuidados para evitar essa doença, e também alertando sobre a necessidade de consultar um especialista assim que seja notada alguma alteração nesse órgão”, enfatiza Dr. Alfredo Canalini, presidente da SBU.

Quando se trata de câncer de pênis, qualquer mudança na genitália deve ser avaliada pelo urologista. “O homem deve suspeitar de qualquer alteração no seu pênis, como ferida que não cicatriza, nódulos, secreções saindo do prepúcio, área vermelha endurecida, sangramentos vindos da glande (aquela que não é exposta), pruridos (coceiras). Dessa forma, é recomendável procurar um urologista se perceber qualquer lesão no pênis, pois ela pode ser ‘pré-maligna’, evitando, assim, a evolução para o câncer propriamente dito”, orienta Dr. José de Ribamar Rodrigues Calixto, responsável técnico da Unidade do Sistema Urológico do HU-UFMA e coordenador do Departamento de Câncer de Pênis da SBU.

Anúncios

Ele destaca ainda que esse ano o objetivo foi promover uma campanha que vai além da conscientização, deixando-a mais prática por meio das cirurgias para acelerar a fila. 

Com informações da Sociedade Brasileira de Urologia.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: