PSOL – Nota aos movimentos e organizações dos professores/as, do campo popular, indígena, quilombola e sindical do Maranhão

Nós, que subscrevemos esta nota, em face da reunião realizada na última quarta-feira (23/02/2022), do presidente estadual do partido Enilton Rodrigues – acompanhado de alguns dirigentes (Antonia Cariongo, Aline Varão e Nonnato Masson) –, com o governador Flávio Dino (PSB), no qual trataram das eleições de 2022, um dia após a mobilização estadual dos professores em luta contra o Governo do Estado, tendo em vista o não cumprimento do reajuste dos professores/as com base no piso nacional, tornamos público o que segue:

Anúncios

1 – O PSOL É SOLIDÁRIO COM A JUSTA REIVINDICAÇÃO DOS PROFESSORES. MERECEM RESPEITO E VALORIZAÇÃO;

2 – O PSOL, nas eleições do Maranhão, deve definir em Convenção Estadual, respeitando a correlação de forças do último Congresso Estadual, a sua tática eleitoral, de forma participativa, legítima e não-excludente. Repudiamos a tentativa de passar para a sociedade que as pré-candidaturas majoritárias do PSOL são um fato consumado. A atual “maioria” foi CONSTITUÍDA APÓS O CONGRESSO ESTADUAL, entre as correntes MES e Primavera Socialista, em torno das autoproclamadas candidaturas, em Conferência com a participação de delegados apenas dessas duas correntes. A decisão, na verdade, ainda se encontra pendente;

3 – REPUDIAMOS A TENTATIVA DE ALARANJAR O PSOL NO ESTADO, articulando reuniões descabidas de qualquer lógica de fortalecimento das posições pré-eleitorais do PSOL e sem aprovação das instâncias;

Anúncios

4 – No momento em que o Maranhão lidera o ranking de conflitos no campo, com o aumento do número de assassinatos de lideranças camponesas, quilombolas e indígenas, por disputas em torno da posse da terra, onde o governo estadual, e sua política econômica que privilegia os grandes empreendimentos e os empresários do agronegócio, também tem responsabilidade, o PSOL não pode se submeter a uma agenda puramente eleitoral e não enfrentar esses temas. O partido sempre estará ao lado daqueles que lutam pelo direito à terra e quem dela deseje viver;

Por fim, REPUDIAMOS ESSAS MOVIMENTAÇÕES ELEITOREIRAS DE SETORES DO PARTIDO. Exigimos que as correntes majoritárias do partido no estado do Maranhão (MES e Primavera Socialista) trabalhem pela condução do PSOL de modo ético, combativo e transparente, convocando imediatamente um seminário de programa de governo, aberto aos movimentos sociais e sindicais, que possa elaborar diretrizes programáticas para mudar a realidade do Maranhão.

TODA FORÇA À LUTA DOS PROFESSORES.
NENHUM PASSO ATRÁS NA CONSTRUÇÃO DE UM PSOL INDEPENDENTE!

São Luís, 24 de fevereiro de 2022

AÇÃO POPULAR SOCIALISTA, ALTERNATIVA POPULAR/FORTALECER, RESISTÊNCIA, REVOLUÇÃO SOLIDÁRIA, Dirigentes Estaduais e Municipais

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: