Como prevenir e tratar a perda dentária na terceira idade?

Muitos acreditam que, à medida que envelhecemos, a perda de dentes será inevitável. Mas isso não é verdade. “Embora a idade possa levar a um declínio na saúde bucal, não é este fator em si que causa a perda de dentes”, explica Luiz Nantes, mestre em Implantodontia e consultor científico da S.I.N. Implant System. “Na realidade, os cuidados com a saúde bucal que a pessoa cultivou ao longo de toda a vida refletem nessa questão. E a perda dentária após os sessenta anos está associada à falta de prevenção e orientação com relação à higiene oral”, completa.

Anúncios

Quais as principais causas da perda dentária após os 60 anos?

A descoberta do efeito preventivo causado pelo flúor no combate às cáries o transformou, ao longo do século XX, no principal agente no enfrentamento do problema em todo o mundo. “E antes da década de 80 não havia adição de flúor na água, o que aumentava bastante a incidência de cáries e consequente perda dentária”, diz Nantes.

Além disso, os implantes não eram tão conhecidos e acessíveis. “E as pessoas colocavam próteses fixas ou removíveis, que ficam apoiadas sobre os dentes saudáveis e a sobrecarga acabava os prejudicando”, diz o especialista.

Um outro ponto é que a expectativa de vida aumentou e, com isso, ocorrem alterações fisiológicas importantes no organismo, o que impacta diretamente os dentes. A atenção com a saúde bucal torna-se, portanto, imprescindível para um envelhecimento saudável.

Anúncios

Quais os impactos da perda dentária para o idoso?

“A perda dentária afeta a função mastigatória e os restos de comida chegam em pedaços maiores ao estômago, o que compromete a absorção adequada de nutrientes”, explica o especialista. “E também ocorre uma menor ingestão de alimentos como frutas e vegetais, essenciais para a saúde. Isso tudo pode causar desordens metabólicas e gastrintestinais.

Além disso, é preciso destacar que a perda de dentes tem um impacto negativo na autoestima e pode dificultar a comunicação interpessoal, levando ao isolamento e a transtornos de ansiedade e depressão.

Mas não é um problema exclusivamente estético. Dependendo da posição do dente ausente, é possível também que a dicção seja comprometida.

Anúncios

Como evitar a perda dentária após os 60 anos?

A melhor forma de prevenir a perda de dentes, segundo o Dr.Luiz, é manter uma higiene bucal adequada. “Escovar os dentes após cada refeição e utilizar o fio dental em todas as escovações são medidas básicas e fundamentais”, diz o especialista.

Além disso, é preciso fazer visitas regulares ao dentista, idealmente a cada seis meses. O fumo também deve ser evitado, já que eleva o risco de surgimento das doenças gengivais e câncer bucal.

E se houver perda dentária, qual é a melhor solução?

Os implantes dentários são a forma mais eficaz de repor dentes perdidos. Eles são exatamente iguais aos dentes naturais e restituem completamente suas funções originais. E, ao contrário das próteses, podem ser permanentes. Inclusive, com uma higiene bucal adequada, têm potencial para durar a vida toda.

Anúncios

“Os implantes não precisam ser ancorados a dentes adjacentes, como ocorre com as próteses”, destaca Nantes. “Além de serem estáveis, o que significa que não há riscos de se movimentarem na cavidade bucal, o que traz maior segurança ao paciente”, completa.

Em tempo: desde sua invenção em 1952, os implantes dentários percorreram um longo caminho. De acordo com diversos estudos da área, sabe-se que, atualmente, a taxa de sucesso da cirurgia é de quase 98%, o que a torna um dos procedimentos orais mais seguros e eficazes.

Sobre a S.I.N. Implant System: referência mundial em produtos para implantes dentários, a S.I.N Implant System tem DNA brasileiro e está no mercado desde 2003. Hoje, seu parque fabril de última geração entrega mais de 5 milhões de produtos acabados todos os anos, com presença em 22 países. Com uma trajetória de conquistas apoiada nos princípios da simplicidade, inovação e nanotecnologia, a S.I.N. Implant System oferece as melhores linhas de implantes dentários do mundo, além de componentes protéticos. A empresa tem como visão oferecer o que há de melhor e mais seguro na área de implantodontia, utilizando, para isso, tecnologia de ponta e equipamentos de última geração, que passam por rigoroso controle de processos. A excelência em qualidade de seus produtos é garantida e comprovada por meio de certificações nacionais e internacionais. O sonho de restaurar sorrisos, iniciado com a Sra. Neide e o Dr. Ariel Lenharo, continua vivo. Em tempo: Ariel Lenharo foi o primeiro doutor em implantodontia do Estado de São Paulo, tendo também realizado sua pós-graduação nos Estados Unidos, no Pankey Institute. A Sra. Neide e o Dr. Lenharo estiveram à frente da companhia até 2009, quando o controle acionário da S.I.N passou para o fundo de investimentos Southern Cross Group, equity firm líder e mais antigo dedicado ao mercado latino-americano, com mais de U$ 2,8 bilhões investidos em 38 empresas em todo o continente. Mais informações em www.sinimplantsystem.com.br

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: