Campanha “Acorda, Cinderela” é lançada para alertar população sobre intoxicação por gás em carros de aplicativos

Iniciativa defende série de medidas para informar e prevenir golpes, incluindo mudança na legislação para que os casos sejam considerados crimes

Anúncios

Uma campanha que visa cobrar maior prevenção e ações de combate aos crimes com drogas de estupro acaba de ser lançada nas redes sociais. A ação “Acorda, Cinderela” conta com um vídeo contendo alertas e orientações sobre o já conhecido golpe “boa noite, Cinderela” e, em especial, sobre as novas ocorrências de intoxicação por gás em carros de aplicativo. 

A campanha divulga também cartilhas educativas com informações sobre como se proteger e se prevenir desses golpes e disponibiliza materiais de apoio para quem já foi vítima. 

Outra frente da “Acorda, Cinderela” é um manifesto que solicita mudanças na legislação para que esse tipo de prática seja considerada crime. Atualmente, o Código Penal não prevê este delito, o que, por muitas vezes, dificulta a penalização do autor, caso ele ainda não tenha praticado o estupro ou o roubo, que são as finalidades mais comuns desse golpe.  

Anúncios

O manifesto que cobra providências das autoridades e também de empresários donos de bares e casas noturnas está aberto na plataforma Change.org. Em poucas semanas, a petição já engajou o apoio de 1,3 mil pessoas. Confira: http://change.org/AcordaCinderela 

“Para mudar o cenário de aumento de crimes com drogas de estupro no Brasil, precisamos que algumas medidas sejam tomadas”, afirma Carolina Cohen, cofundadora da Colabore com o Futuro, empresa de mobilização social e advocacy criadora da campanha. “Informação é o primeiro passo para prevenção. Desta forma, os bares e casas noturnas também podem ajudar na prevenção desses crimes, ressalta a porta-voz do movimento. 

Anúncios

A campanha sugere que placas informem e previnam sobre esse tipo de golpe em locais que servem bebidas alcoólicas e que esses espaços ofereçam, ainda, opção para que seus drinks sejam servidos em copos com tampas. Outra proposta é que os medicamentos usados nessas práticas tenham cor, gosto e cheiro. Em geral, as “drogas de estupro” são transparentes, inodoras e não têm gosto, o que faz as vítimas ingerirem sem perceber. 

Riscos

Além dos riscos dos crimes decorrentes do golpe, há perigos para a saúde, bem como sequelas emocionais. Em doses elevadas, uma das drogas provoca perda da consciência, depressão respiratória, queda dos batimentos cardíacos, podendo levar ao coma e até à morte. 

Anúncios

Em altas doses, um outro medicamento pode causar distúrbios de fala e visuais, amnésia e vômitos. Em casos mais graves, há a possibilidade de depressão respiratória, apneia e convulsões. Já uma terceira droga da classe de medicamentos tarja preta, também utilizada na prática, tem como característica diminuir a atividade do sistema nervoso central.

A campanha “Acorda, Cinderela” alerta que qualquer pessoa pode ser vítima de uma droga de estupro. De adolescentes a idosos, homens e mulheres de todas as orientações sexuais podem ser levados à vulnerabilidade absoluta por meio dessa prática. O objetivo dos criminosos nem sempre é o abuso sexual, mas também o roubo ou a extorsão. 

“É imprescindível informar a sociedade sobre os efeitos emocionais e físicos que esses medicamentos podem causar, além de reforçar a importância dessas drogas serem sempre vendidas com receita e com muito critério”, destaca Carolina Cohen.  

Anúncios

Mais informações sobre a “Acorda, Cinderela”, acesse: www.acordacinderela.com.br/

Sobre a Colabore com o Futuro

A Colabore com o Futuro é a primeira empresa de mobilização social e advocacy da América Latina. O objetivo de suas ações é mobilizar a sociedade a participar das decisões de saúde junto aos governos, criando de maneira transparente e sustentável políticas públicas mais democráticas, justas e efetivas. Conheça mais em: https://www.colaborecomofuturo.com

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s