Entenda mais sobre decolonialidade, discriminação positiva e antirracismo

A forte influência da colonização europeia sobre a cultura e a sociedade brasileiras refletiu-se nas relações pessoais e também na atuação institucional. Romper com esse paradigma é o que propõe o Curso Diversidade e Decolonialidade: discussões no âmbito institucional, oferecido pela Escola Superior da Magistratura do Maranhão (ESMAM) para servidores e servidoras do Judiciário.

Anúncios

Realizado exclusivamente na modalidade virtual, o curso é realizado em parceria com o Comitê de Diversiade do TJMA, com a finalidade de contribuir para o debate e reflexão, análise crítica e mudança de atitude, seja pessoal ou profissional, nas relações estabelecidas cotidianamente. O programa pretende abordar aspectos das relações étnico-raciais no Brasil, decolonialidade e discriminação positiva, além do antirracismo institucional.

As inscrições para as 40 vagas já estão abertas e podem ser feitas AQUI até a próxima sexta-feira (12/8), ou no Sistema Tutor, na plataforma Sentinela. O período de ambientação na plataforma EAD ESMAM vai de 19 a 21 de agosto. As aulas serão realizadas de 22 a 26 de agosto. 

Anúncios

O QUE É DECOLONIALIDADE

A decolonialidade se difere da descolonialidade. Esta última é definida como um processo político no qual a colônia deixa de estar vinculada de forma política e administrativa à nação imperialista, em seu processo de constituição enquanto estado-nação. Já a decolonialidade. é um movimento que busca a autonomia social, o resgate de identidade e cultura próprias, em detrimento da herança deixada pelo colonizador.

Conforme inserido na proposta metodológica do curso, essa herança é chamada colonialidade, manifestada em valores e padrões culturais que reforçam práticas racistas e discriminatórios. O conhecimento e a atitude de mudança sobre esse processo histórico e seus desdobramentos é que possibilita o rompimento com tais práticas, constituindo o movimento decolonial antirracista em suas diversas dimensões: pessoal, social, cultural, institucional. 

Anúncios

CONHEÇA O FORMADOR E A FORMADORA

Rosane Miranda é professora do Departamento de Psicologia da UFMA, doutora em Psicologia Social e Mestre em Psicologia. É vice-coordenadora do Grupo de Pesquisa Diálogos em Psicologia e Relações Étnico-Raciais. 

Ramon Luís de Santana Alcântara é professor adjunto do Departamento de Psicologia da UFMA, doutor em Políticas Públicas e Mestre em Educação. É coordenador do Grupo de Pesquisa Diálogos em Psicologia e Relações Étnico-Raciais e membro do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UFMA.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: