Arquivo da tag: Conexão Cultural

TODDY® faz homenagem ao Nordeste com carreta musical e embalagens regionais

Cinco cidades do Nordeste vão receber a atração com a participação das Vacas de TODDY®; embalagens comemorativas serão comercializadas apenas na região

Anúncios

A presença de TODDY® no Nordeste será celebrada com duas ações especiais em novembro. A marca preparou uma homenagem aos consumidores da região por meio de embalagens comemorativas e da Vacarreta, uma carreta musical que vai levar diversão, música e convidados especiais para cinco cidades: São Luís (MA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Feira de Santana (BA) e Salvador (BA).

A primeira parada da Vacarreta é no dia 5 de novembro na cidade de São Luís, onde ela estará no Mix Mateus Araçagy  (Rua Rio Claro, S/N – Olho D’água), supermercado localizado na capital maranhense, das 15h às 18h. Os consumidores serão recebidos com uma estrutura que contará com música e distribuição de pipoca doce feita com o achocolatado, em um copo exclusivo da marca que as pessoas poderão levar para casa.

Anúncios

A ação contará também com a participação das icônicas Vacas de TODDY® e dos influenciadores Luanne Holanda e Rodolfo, agitando o público com as famosas dancinhas e trends das redes sociais. Depois da concentração no supermercado, a Vacarreta vai passar por várias ruas de São Luís, entre as 18 e 21h. Na rota, estão a Avenida dos Holandeses e a Avenida Litorânea.

“Como TODDY® também é produzido na região Nordeste não poderíamos deixar de promover uma ação especial para os consumidores nordestinos, dentro da nossa campanha ‘Mistura com TODDY®’. No DNA da marca carregamos diversão, momentos de descontração e, claro, muito sabor; mensagens que queremos amplificar cada vez mais”, afirma Thais Nascimento, gerente de Marketing da PepsiCo Brasil.

Anúncios

Roteiro

Após a passagem por São Luís, a Vacarreta segue por mais quatro cidades do Nordeste, em diferentes datas. No dia 12 de novembro a ação chega em Fortaleza-CE, com concentração no MEGA Atacadista (Av. Frei Cirilo, 3270 – Messejana), a partir das 15h. Os influenciadores Rayssa Buq e Meu País Ceará marcarão presença para curtir com o público.

Já em Recife-PE, a Vacarreta vai passar no dia 19 de novembro, com a participação dos influenciadores Thiago Barros e Recife Para Dois. A concentração acontece também às 15h, no Big Bompreço de Casa Forte (Praça Jornalista Francisco Pessoa de Queiroz, 23).

Anúncios

A próxima parada é em Feira de Santana-BA no dia 25 de novembro. A ação vai percorrer diversas ruas e avenidas da cidade, como Av. Presidente Dutra, Av. Getúlio Vargas, Av. Senador Quintino e R. Comendador Gomes.

O último encontro com as Vacas de Toddy na Vacarreta acontece no dia 26 de novembro em Salvador, com a presença dos influenciadores Leo Marques e Pedro Tozzi. A concentração será às 15h no Atakadão Atakarejo, em Brotas (Av. Santiago de Compostela, 425).

Embalagem comemorativa

Em mais uma surpresa, os consumidores de TODDY® no Nordeste vão encontrar o achocolatado de aparência nova nas prateleiras dos supermercados, com uma homenagem a elementos da cultura nordestina. Serão três embalagens comemorativas nos formatos sachet 175g, sachet 300g e pote 370g, que serão comercializados somente nos estados da região.

Anúncios

Ainda segundo Thaís Nascimento, TODDY® tem orgulho de dizer que é feito no Nordeste, por isso o orgulho do povo nordestino em pertencer à região foi o mote principal da campanha. “Ao voltarmos nosso olhar para o Nordeste, percebemos o orgulho que o público tem de cada detalhe da sua terra. Nossa intenção é fazer uma verdadeira homenagem para o nosso consumidor, que já integrou TODDY® ao seu dia a dia, seja na mistura simples com leite ou na produção das receitas da culinária tradicional da região”, destaca.

Personagens como a baiana, o sanfoneiro, o pescador, os passistas de frevo, a rabeca, os mamulengos, além da arquitetura, fauna, flora, gastronomia, o litoral e a mistura de ritmos musicais foram as principais inspirações para a criação artística dos rótulos comemorativos. E se a aparência dos desenhos trazem alguma memória afetiva, é proposital, o estilo teve como referência a arte dos escultores do Cariri, naturais do estado do Ceará. Que não por coincidência, também é a casa do Baião Studio, estúdio criativo de design e ilustração que ficou responsável pelo projeto visual dos novos rótulos.

Anúncios

Cada um dos três modelos traz uma frase diferente e homenageia um aspecto da cultura. Um celebra a dança, outro o povo e por fim, a música. “A originalidade nordestina vem da sua especialidade em misturar. E como um largo sorriso que cruza dois pontos de um rosto feliz, esse povo é apaixonado pela sua própria cultura e jeito de ser. Essa embalagem é uma homenagem à autenticidade do povo nordestino”, diz um dos rótulos para a região.

A partir de novembro, as embalagens comemorativas começam a ser distribuídas para os principais pontos de venda e aos poucos devem chegar às prateleiras em todos os estados da região Nordeste. Para saber mais e acompanhar todas as novidades de TODDY®, o público pode seguir @vacarealoficial nas redes sociais.

Anúncios

Sobre TODDY®

TODDY® é uma marca de achocolatados que está no Brasil há mais de 80 anos. Amada pelos adolescentes, a marca aposta na diversão com uma comunicação disruptiva e autêntica. A @VacaRealOficial é a influenciadora oficial de TODDY® e fala diretamente com o público que não dispensa uma receita fácil e rápida, por meio das redes sociais (Instagram, TikTok e YouTube).

Sobre a PepsiCo

Os produtos da PepsiCo são apreciados pelos(as) consumidores(as) mais de um bilhão de vezes por dia em mais de 200 países e territórios ao redor do mundo. A PepsiCo gerou mais de US$ 79 bilhões em receita líquida em 2021, impulsionada por um portfólio complementar de alimentos e bebidas que, no Brasil, inclui PEPSI®, GATORADE®, QUAKER®, LAY’S®, DORITOS®, RUFFLES®, CHEETOS®, KERO COCO®, H2OH!®, TODDY® entre outras. O portfólio de produtos da PepsiCo conta com uma ampla variedade de alimentos e bebidas para diversas ocasiões de consumo, incluindo diversas marcas icônicas que geram mais de US$ 1 bilhão cada em vendas anuais estimadas no varejo.

Anúncios

A PepsiCo é guiada pela visão de Ser a Líder Global em Alimentos e Bebidas Convenientes, ao Vencer com PepsiCo Positive (pep+). pep+ é uma estratégia de transformação de ponta a ponta, que coloca a sustentabilidade no centro de como a PepsiCo cria valor e cresce operando dentro dos limites do planeta e inspirando mudanças positivas para o meio ambiente e para as pessoas. Para mais informações, visite www.pepsico.com.br e siga no Twitter, Instagram, Facebook e LinkedIn.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Festival Maranhense de Coros começa nesta terça-feira (18)

Entre os dias 18 e 21 de outubro, será realizada a 42° edição do Festival Maranhense de Coros, o FEMACO. Organizado pela Diretoria de Assuntos Culturais da UFMA (DAC/PROEC), o festival conta com programação extensa, com início sempre a partir das 19h. Neste ano, as apresentações ocorrem em dois locais: no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire, no campus da UFMA em São Luís, e na Paróquia Sant’ana, no Angelim.

Anúncios

Ao todo, mais de 20 grupos terão a oportunidade de apresentar seus repertórios, que prometem grande variedade musical.  A programação é totalmente gratuita, sujeita a lotação. 

O evento retoma o formato presencial após dois anos de realização inteiramente virtual. No entanto, o FEMACO não ficará de fora das redes sociais. Entre os dias 8 e 11 de novembro, o festival promove a sua etapa on-line, no canal da UFMA no Youtube.

O FEMACO reúne grupos de canto coral infantil, infanto-juvenil e adulto de São Luís e demais municípios maranhenses, além de vários estados brasileiros, para apresentação ou exibição de recitais e concertos. O festival tem por objetivo estimular e difundir a prática do canto coral e promover o intercâmbio cultural e o congraçamento entre a UFMA, os grupos corais participantes e as comunidades locais, regionais e internacionais.

Anúncios

Para a Diretora de Assuntos Culturais da UFMA, Rosélis Barbosa Câmara, “é uma alegria poder retomar  de modo presencial este tradicional evento que há mais de quatro décadas contribui com o canto coral do país’’

Confira a programação presencial do 42° Festival Maranhense de Coros:

 DIA 18/10/22 (terça-feira)

Auditório Paulo Freire – 19h-

– Corais adultos: -Va Pensiero

-Todo Mundo Canta sua Terra

1-Coral Uirapuru do Colégio Eureca – São Luís – MA

2- Coral Reforço Escolar Ok Idiomas – São Luís – MA

3-Madrigal Olga Mohana/UFMA – São Luís – MA

4- Coral SESC Vozes de Sabedoria – São Luís – MA

5- Coral Emanuel – São Luís – MA

6- Madrigal Som das Águas– São Luís – MA

7- Coral UFMA – São Luís – MA

8- Coral São João – São Luís – MA

Anúncios

DIA 19/10/22 (quarta-feira)

Auditório  Paulo Freire – 19h

1-Coral Infantil Luz e Vida – São Luís – MA

2 Coral Municipal de Miranda do Norte – Miranda do Norte-MA

3- Coral Infanto Juvenil Canto do Uirapuru – São Luís – MA

4-Canto de Luz da UNITI UFMA – São Luís-MA

5- Coral Grato Louvor – São Luís – MA

6-Liberty Music Coral – São Luís – MA 

7-Ópera Gospel – São Luís – MA

Anúncios

DIA 20/10/2022(quinta-feira)

Paróquia Sant’ana – 19h

1-Coral Maranatha – São Luís – MA

2-Ópera Gospel – São Luís – MA

3- Coral UFMA – São Luís – MA

3- Coral São João – São Luís-MA

4-Coral Santana – São Luís – MA

Anúncios

DIA 21/10/22 (sexta-feira)

Auditório Paulo Freire – 19h

1-Coral Infantil Amor e Vida – São Luís – MA

2-Coral Maranatha Infantil – São Luís – MA

3- Núcleo Arte Educação TAA/SEDUC/SECMA – São Luís – MA

4-Coral Vozes da Unabi da UEMA – São Luís – MA

5-UFMA CANTA -Coro Cênico – S. Bernardo-MA    

6-Coral Maranatha – São Luís – MA

7-Coral Santana – São Luís – MA

8 – Coro da Orquestra Jovem do Maranhão João do Vale – São Luís – MA

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Maranhense Marco Gabriel concorre a premiação no maior festival de Hip Hop da América Latina; saiba como votar

É a segunda vez que um artista maranhense participa do Festival Sons da Rua

Anúncios

O rapper, compositor e ator maranhense Marco Gabriel é um dos pré-finalistas da seletiva de novos talentos do maior festival de Hip Hop da América Latina, o Festival Sons das Ruas que acontece anualmente em São Paulo.  

Marco vem se destacando na cena musical nacional desde o lançamento do single “Chato” em 2020, que conta com mais de 100 mil streams nas plataformas digitais e concorreu ao prêmio de “Melhor Videoclipe Envolvendo Diversidade e Inclusão”, no maior festival de videoclipes do mundo, o Music Vídeo Festival.  

Para votar em Marco Gabriel, acesse o site https://bit.ly/3Lqnc6O e vote quantas vezes quiser na apresentação do artista. 

Anúncios

A votação vai até o dia 25 de setembro e os três artistas mais votados cantam na final do festival dia 08 outubro, no palco ao lado de nomes como Djonga, Filipe Ret, Tasha & Tracie, Bk’ e Black Alien.  

Essa é a segunda vez que um artista maranhense concorre a premiação. Em 2019, a rapper Enme também participou da seletiva e venceu a final.  

O Sons da Rua é um festival que incentiva a cultura do Hip Hop e propõe um movimento para impulsionar suas expressões artísticas, trazendo grandes nomes do rap nacional e elementos culturais da cena: rap, djs, moda e grafite. 

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

CCVM divulga resultado do edital Dança Aqui 2022

Chamada selecionou sete projetos de videodanças de artistas maranhenses

Anúncios

O Centro Cultural Vale Maranhão anunciou nesta quarta-feira, 31, a lista de selecionados para a edição 2022 do edital Dança Aqui. Ao todo, sete artistas maranhenses foram escolhidos com projetos de videodança, que irão compor uma mostra nos canais da instituição.

A chamada pública é um dos principais editais de incentivo aos profissionais da dança no estado. “As videodanças produzidas em 2021 apresentaram uma excelente qualidade coreográfica, estética e de produção, por isso optamos por manter o edital neste formato, incentivando artistas a investigarem as possibilidades infinitas existentes na união entre as linguagens da dança e do audiovisual”, afirma Calu Zabel, curador de dança do CCVM.

Os selecionados são:

Anúncios

•       Amoment – Gabriel Martins 

•       Tukún – Jefferson Yuri da Silva Lima 

•       Es-cada – Kleverson Froz

•       Afro Flash – Joseph Osei

•       Processo de cura – Erivelto Viana

•       Ominira ilé – Priscylla Mendes

•       Mosaico – Caio da Silva Miranda

Anúncios

Sobre o Dança Aqui

Lançado em 2019, o Dança Aqui foi criado para receber, nos espaços do CCVM, grupos de dança de rua de São Luís que não possuíam local próprio de ensaio. Durante quatro meses, os grupos realizaram as atividades nas salas da instituição, além de participarem de oficinas e workshops com artistas de dança reconhecidos nacionalmente. Ao fim do período de residência artística, os bailarinos apresentaram o resultado das criações na Mostra Dança Aqui, dentro do Festival Kebrada. Em 2020, por conta da pandemia de COVID-19, o programa se adaptou à nova realidade de distanciamento e atividades virtuais, com a proposta de criação de vídeos sobre as histórias e as danças dos grupos, fortalecendo a conexão entre as linguagens dança e audiovisual. As peças fílmicas foram exibidas no canal do CCVM no Youtube e nas redes sociais da instituição no começo do ano.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Diversidade musical indígena é destaque de mais uma edição do Indígenas.BR

Festival de músicas indígenas do Centro Cultural Vale Maranhão traz para o Centro Histórico a cultura dos povos originários brasileiros

Anúncios

No Brasil vivem 305 povos indígenas que falam mais de 200 línguas. Conhecemos todas elas? Sabemos algo sobre esses povos? E sobre suas músicas? O que ouvimos? As musicalidades indígenas permanecem ignoradas desde os tempos da colônia no Brasil e embora haja registros sonoros de pesquisadores desde o século passado, a maioria da população brasileira desconhece as sonoridades dos povos originários com protagonismo indígena, sejam elas tradicionais ou contemporâneas. 

O Indigenas.BR – Festival de Músicas Indígenas, que será realizado pelo Centro Cultural Vale Maranhão de 24 a 27 de agosto,, tem como principal objetivo minimizar parte dessa ausência, criando espaços para grupos indígenas de diferentes partes do Brasil se apresentarem e debaterem sobre questões que atravessam a vida desta população originária, como os direitos indígenas, a demarcação de terras, o racismo e as violências institucionais e de diferentes esferas que sofrem diariamente.

Anúncios

Em sua quarta edição, o festival traz em sua programação documentários, oficinas, apresentações e rodas de conversas entre povos de diferentes regiões do Brasil. “O CCVM reconhece a importância dos povos indígenas no apontamento de novas perspectivas para o futuro. Por isso, contemplamos a atuação dos povos originários em toda nossa programação. Dedicamos o mês de agosto, data mundialmente reconhecida pela resistência indígena, para enfatizar essa importância. É um momento único de entrarmos em contato com o pensamento dos povos originários e colocarmos em questão a percepção da situação atual brasileira”, afirma Gabriel Gutierrez, diretor do Centro Cultural Vale Maranhão. 

Casa da Memória e Casa das Mulheres

Um dos principais momentos do festival serão os dois encontros inéditos realizados entre representantes de diferentes etnias. A Casa da Memória vai reunir a força e sabedoria de mestres e lideranças espirituais como Atiã Pankararu (Pankararu-PE), Tolnyfowá (Fulni-ô-PE), Catarina Tupi (Tupi-SP), Karangre (Xikrin-PA), D. Floriza (Kaiowá-MS) e Dirce Jorge (Kaingang-SP), num encontro único com cantos e conversas sob a mediação de Idjahure Kadiwel.

Anúncios

A Casa das Mulheres será espaço para um encontro inédito de mulheres indígenas de diferentes culturas e realidades, como a Cacique Majur, a primeira líder indígena do povo Bororo a fazer transição de gênero; uma das fundadoras do #AcessibilidadeIndígena, a ativista da educação inclusiva e educadora Siana Guajajara (MA); a cineasta Graciela Guarani, autora de diversos filmes e séries; a cantora nandesy Roseli Jorge do povo Guarani Kaiowá, a multiartista e arte educadora Djotana AKA Siba Carvalho (Puri); a estilista de moda Day Molina e a comunicadora e atriz Isabela Santana, responsável pela plataforma Visibilidade Indígena, com a mediação de Julie Dorrico (Wapichana-RR). 

Documentários inéditos de povos maranhenses

O audiovisual se fará presente no festival com a exibição de quatro documentários sobre povos maranhenses: os Ka’apor, os Krikati, os Kanela e os Guajajara Tentehar. Os curta-metragens Histórias e Cantos Indígenas Guajajara Tentehar –  Aldeia Lagoa Quieta – Terra Indígena Araribóia – Amarante (MA) e Histórias e Cantos Indígenas Kanela – Aldeia Maçaranduba – Terra Indígena Caru – Alto Alegre do Pindaré (MA, com direção de Diego Janatã e Djuena Tikuna foram produzidos e exibidos virtualmente na edição 2021 do festival e terão sua primeira exibição presencial este ano.

Anúncios

Com direção de Carlos Magalhães, diretor da série “Sou índio, sou moderno” e consultoria de Djuena TIkuna, os documentários inéditos Nós, os Ka’apor e Elas – As Mulheres Krikati farão parte da Mostra Sons Indígenas do Maranhão. O primeiro mostrará a luta por território que une o novo e o antigo no povo Ka’apor, através dos cantos e do toque ancestral e ritual da flauta. O segundo apresenta o protagonismo e a força das guerreiras Krikati, com um canto que ecoa pelo cerrado maranhense em uma noite de luar e fogueira.

Apresentações, oficinas e performances

Essa edição do festival busca criar fluxos de diferentes tradições trazendo para o pátio do CCVM os Xikrin do Pará, os Kanela Apaniekrá e os recém-contatados Awa Guajá do Maranhão, e os grupos Cafurnas Fulni-ô e Pankararu Nação Cultural, de Pernambuco, mostrando forte presença indígena no Nordeste. 

Anúncios

A música contemporânea indígena de diferentes gerações também estará presente com Wakay (Fulkaxó), Nelson D, Djotana AKA Siba Carvalho (Puri) e uma performance inédita de Ziel Karapotó.  

Haverá também oficinas de flautas indígenas com Wakay (Fulkaxó), de polifonias vocais com os Fulni-ô e de pintura corporal com as mulheres Xikrin e uma feira de artesanato. 

Com curadoria de Renata Tupinambá, Gean Ramos Pankararu e Magda Pucci, toda programação do festival é aberta ao público e gratuita. O Centro Cultural Vale Maranhão está localizado na Rua Direita, nº 149, Centro Histórico.

Anúncios

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

24 de agosto – quarta-feira

19h – Abertura com curadores

19h15 – Exibição do documentário Histórias e Cantos Indígenas Guajajara Tentehar –  Aldeia Lagoa Quieta – Terra Indígena Araribóia – Amarante (MA) – Direção: Diego Janatã e Djuena Tikuna – 2021

19h40 – Exibição do documentário Histórias e Cantos Indígenas Guajajara Tentehar – Aldeia Maçaranduba – Terra Indígena Caru – Alto Alegre do Pindaré (MA) –  Direção: Diego Janatã e Djuena Tikuna – 2021

20h – Apresentação Kanela Apaniekra (MA)

Anúncios

25 de agosto  – quinta-feira

17h – Oficina de flautas e toré com Wakay (Fulkaxó)

19h – Performance “Oca” Ziel Karapotó (Karapotó)

19h30 – Exibição dos documentários inéditos da Mostra Sons Indígenas do Maranhão, com direção de Carlos Magalhães: Nós, os Ka’apor e Elas – As Mulheres Krikati

20h  – Apresentação Wakay  (Fulkaxó)

Anúncios

26 de agosto – sexta-feira

15h – Oficina Polifonias vocais com Cafurnas Fulni-ô (PE)

17h – Casa da Memória – Encontro com líderes espirituais, anciãos e anciãs de diferentes povos: Atiã Pankararu (PE), Thulni Fowá (Fulni-ô-PE), Catarina Tupi Guarani (Tupi/SP), Karangre Xikrin (PA), D. Floriza e Roseli (Guarani Kaiowá/MS) e Dirce Jorge (Kaingang). Mediação: Idjahure Kadiwel.

19h – Apresentação Awá Guajá (MA)

20h – Apresentação Cafurnas Fulni-ô (PE)

27 de agosto – sábado

10h às 12h –  Oficina de pintura corporal com Xikrin (PA)

14h às 16h – Casa das Mulheres – Roda de conversa com mulheres da moda, literatura, artes, música, juventude, movimentos de resistência e questões ambientais.

Anúncios

Participação de: Cacique Majur Traitowu – primeira cacique trans do povo Boe-Bororo (Bororo); Graciela Guarani – produtora cultural, diretora, roteirista e curadora (Guarani Kaiowá); Roseli Concianza Jorge – líder espiritual e cantora nandesy (Kaiowá); Djotana AKA Siba Carvalho – multiartista e arte educadora (Puri); Siana Leão Guajajara  – ativista indígena e pelos direitos das pessoas com deficiência (Guajajara); Nayara Guajajara – educadora (MA); Day Molina – estilista e “artvista” indígena – fundadora do coletivo indígenas moda br (Aymara e Fulni-ô); Isabela Santana – atriz e multiartista, co-fundadora do site Visibilidade Indígena (Pataxó). Mediação de Julie Dorrico.

16h às 21h  – Apresentações de:
Xikrin (PA);
Pankararu Nação Cultural  (PE)
Djotana AKA Siba Carvalho (Puri) “+ synesthezk”
Nelson D

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Projeto cultural História em Movimento homenageia os 410 anos de São Luís com exposição histórica e fotográfica nos terminais de ônibus

Com objetivo de celebrar os 410 anos de São Luís, e como um presente histórico e cultural para população usuária de transporte público, terá início no dia 28 de agosto o projeto “História em Movimento – Exposição Histórica e Fotográfica nos Terminais de Ônibus, que ficará em cartaz até 02 de outubro. O projeto consiste em uma exposição fotográfica itinerante semanal nos terminais de integração da cidade com diversos temas que compõem o dia a dia da cidade e seus moradores, como bairros, futebol ruas, cultura, religiosidade, patrimônio histórico, transportes e natureza.

Anúncios

A programação do História em Movimento será durante todo o mês de setembro, e começará pelo Terminal da Cohama de 28 de agosto até 04 de setembro. Logo em seguida, o Terminal Praia Grande receberá do dia 04 a 11 de setembro. O terminal da Cohab será entre os dias 11 e 18 de setembro. Já o Terminal Industrial terá a exposição de 18 a 25 de setembro. Por fim, o Terminal do São Cristóvão terá a exposição de 25 de setembro a 02 de outubro finalizando a exposição.

O projeto é uma criação de Cassia Melo, da Oito Projetos Criativos, e terá como curadoria e coordenação gráfica e técnica, os fotógrafos Meireles Junior e Edgar Rocha.  Edgar Rocha será homenageado pelo trabalho realizado ao longo dos 40 anos fotografando a vida de São Luís. A exposição é viabilizada pela Lei  Estadual de Incentivo à Cultura, patrocinado pelo Governo do Estado do Maranhão e pelo Grupo Audiolar.

Anúncios

A CEO do Grupo Audiolar, Rhanna Carvalho, patrocinadora do projeto, destaca a importância da iniciativa como forma de manter viva a intensa história da capital maranhense. “Nós patrocinamos esse projeto para que as pessoas conheçam e vivam, cada vez mais, o ligar onde moramos. Para que este resgate e inspiração as façam sonhar e realizar seus sonhos. Sonhemos com uma cidade forte, justa e cheia de oportunidades”, destacou a CEO do Grupo Audiolar, Rhanna Carvalho.    

A exposição será monitorada por estudantes do curso de História para auxiliar o público com informações sobre as fotos expostas e contar mais sobre os fatos históricos da cidade. O propósito de contar a história de São Luís para a população será uma forma de homenagear a capital maranhense pelo eu aniversário, além de contribuir com o conhecimento sobre a cidade e valorização da cultura local. Além disso, para que o público leve para casa as histórias contadas, será disponibilizado um catálogo digital da exposição que poderá ser baixado por meio de um QR Code disponível nos painéis da Exposição.

Anúncios

A idealizadora do projeto, Cássia Melo, destaca a importância de levar a cultura da cidade por meio dos terminais de ônibus. “O projeto foi pensado para levarmos a nossa história para nossa população. Dessa forma, continuamos com o ideal que os terminais de ônibus podem ser grandes espaços de difusão cultural e educacional para a população carente, e trabalhadora de São Luís”, ressaltou.

Sobre o Homenageado Edgar Rocha

Fotógrafo radicado no Maranhão, Edgar Rocha elegeu a vida na ilha de São Luís como destino há mais de 40 anos.

Anúncios

Registrando de maneira incansável a rotina deste lugar, tem se dedicado a compor, de forma magistral, aspectos da sua cultura local, assim como da paisagem material.

Festas populares, embarcações tradicionais e imagens do centro histórico estão entre os seus temas preferidos.

Além das imagens feitas por ele, Edgar tem se mostrado um guardião da memória fotográfica relacionada ao Maranhão.

Anúncios

Ao longo dos anos, foi agregando um acervo raro de fotografias feitas nos séculos XIX e durante o século XX. Esta exposição está sendo realizada com a maioria de fotos do seu acervo.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Biblioteca Pública Benedito Leite realiza solenidade “Amigo da Biblioteca”

As instituições e pessoas físicas, que contribuíram e contribuem para o fortalecimento das ações e da história da Biblioteca Pública Benedito Leite, serão homenageadas em solenidade na próxima quarta-feira (15), na segunda edição do “Amigo da Biblioteca”, às 17h, no Teatro João do Vale.

Anúncios

Neste ano, 26 pessoas e instituições serão homenageadas com o título, dentre elas: o governador do Estado, Carlos Brandão; o escritor e pesquisador: Alexandre Maia Lago; o colaborador de exposições temáticas Cláudio de Aquino Melo Gomes; o Centro de Ensino Liceu Maranhense; o Jornal O Imparcial, dentre outros. Durante o evento, o público vai conferir uma programação cultural com o cordelista Moizes Nobre e a Companhia Encantar.

A primeira edição do “Amigo da Biblioteca” foi em 2019, no aniversário de 188 anos da instituição. Neste ano, no dia 3 de maio, a Biblioteca completou 191 anos. Ser “Amigo da Biblioteca” significa ter contribuído ou participado de alguma forma com a história da biblioteca ao longo desses 191 anos.

Criada em maio de 1831, a Biblioteca Pública Benedito Leite é a segunda mais antiga do país. Possui um acervo de mais de 140 mil exemplares, formado principalmente por obras raras e a mais completa coleção de jornais maranhenses. 

Anúncios

Dentre as ações, desenvolve projetos de incentivo à leitura, conservação e preservação de acervo, acessibilidade em bibliotecas públicas, dentre outros. Coordena o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Maranhão, assim como o Escritório de Direitos Autorais.

Estão entre os serviços oferecidos: visitas guiadas, telecentro, exposições temáticas, empréstimo domiciliar e duas bibliotecas digitais.

A Biblioteca Pública Benedito Leite fica na Praça do Pantheon, Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 19h.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Programação oficial do São João 2022 começa nesta sexta-feira (27)

A festividade junina vai começar às 14h, com a apresentação de tradicionais atrações da cultura local, na Praça Deodoro, em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, no Centro da capital.

Anúncios

A programação oficial do São João 2022 promovido pelo governo do Maranhão terá início nesta sexta-feira (27), em São Luís. A festividade junina vai começar às 14h, com a apresentação de tradicionais atrações da cultura local, na Praça Deodoro, em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, no Centro da capital.

Às 16h, os bois Upaon-Açu, de Leonardo, de Axixá, de Santa Fé, da Madre Deus, da Fé em Deus, Brilho da Ilha, Novilho Branco, Meu Tamarineiro, da Juventude (Miranda do Norte) e de Pindaré saem em cortejo, pelo Centro Histórico, percorrendo as:

  • Rua do Outeiro
  • Rua Grande (Oswaldo Cruz)
  • Rua Afonso Pena
  • Rua de Nazaré
  • Rua da Estrela
  • Rua da Alfândega
  • Beco Catarina Mina
  • Rua Portugal
  • Avenida Senador Vitorino Freire, com destino à Praça da Fé, em frente à Casa do Maranhão, na Praia Grande
Anúncios

Além dos grupos de bumba-boi, a programação está aberta para distintas manifestações culturais, como tambor de crioula, cacuriá, quadrilha, dança do coco, entre outras.

Palco na Praça da Fé

Às 18h, de sexta-feira (27) haverá a solenidade de abertura do São João 2022, na Praça da Fé (ao lado da Casa do Maranhão, na Praia Grande) com a presença de autoridades.

Em seguida, a programação continua na Praça da Fé, onde haverá um palco para apresentação do:

  • Grupo Afrôs – às 18h30
  • Boi de Nina Rodrigues – às 19h30
  • Companhia Barrica do Maranhão – às 20h
  • Boi da Floresta – às 21h
  • Boi de Maracanã – às 21h30
Anúncios

60 dias de programação oficial

O São João promovido pelo governo do Estado terá dois meses de festejo, com mais de 500 atrações e mais de 20 arraiais.

A estimativa da Secretaria de Estado da Cultura (Secma) é que os arraiais que devem receber um maior público são:

  • Nauro Machado
  • Ipem
  • zona rural
  • Shopping da Ilha
  • Ceprama
  • Vila Palmeira
  • Cidade Operária
  • Maiobão
  • Santo Antônio
  • Lagoa da Jansen
  • área Itaqui-Bacanga
  • Convento das Mercês
Anúncios

Os destaques ficam por conta da Nauro Machado, com programação de 11 de junho a 3 de julho; da Vila Palmeira, com um mês de duração, de 2 de junho a 2 de julho, de quinta a domingo para ambos; e o do Ipem, que funcionará diariamente, de 11 de junho a 10 de julho.

Veja, abaixo, a programação dos eventos e arraiais para o São João 2022:

  • 27 de maio: Cortejo (Abertura da programação do São João do Maranhão);
  • 2 de junho a 2 de julho: Arraial da Vila Palmeira;
  • 2 a 5 junho e 9 a 12 de junho: Arraial do Ceprama;
  • 11 a 30 de junho: Arraial da área Itaqui-Bacanga;
  • 11 de junho a 03 de julho: Arraial da Praça Nauro Machado;
  • 11 de junho a 10 de julho: Arraial do IPEM;
  • 16 de junho a 03 de julho: Arraial da Zona Rural;
  • 16 a 19 de junho: Arraial da Liberdade;
  • 16 a 19 de junho e 23 e 26 de junho: Arraial da Cidade Operária e do Maiobão;
  • 29 de junho: São Pedro
  • 30 de junho: São Marçal
  • 01 e 02 de julho: Arraial do Povo de Deus (Parque do Rangedor);
  • 02 e 03 de julho: Arraial de São José de Ribamar;
  • 07 a 10 de julho e 14 a 17 de julho: Arraial da Lagoa da Jansen;
  • 14 a 31 de julho: Arraial do Shopping da Ilha;
  • 21 a 24 de julho: Arraial do Convento das Mercês
Anúncios

Decoração junina

Durante a temporada junina São Luís conta com várias ruas e avenidas decoradas. No Centro Histórico há o colorido forte e vibrante das bandeirinhas, bandeirolas e mosaicos.

Os locais que recebem a decoração são as ruas:

  • Portugal
  • Djalma Dutra
  • Rua da Estrela
  • Rua da Alfândega (próximo à Feira da Praia Grande)

Já na Praça dos Catraieiros (próximo à Casa do Maranhão), foi montado um painel instagramável.

A Ponte José Sarney, conhecida como ponte do São Francisco, também recebeu a decoração junina, um mosaico com seis trechos de 60 metros de extensão.

Maranhão de Reencontros

Anúncios

Antes da abertura oficial do São João, foi realizado o Maranhão de Reencontros, para aquecer a temporada junina, que passou dois anos sem festividade, devido a pandemia da Covid-19.

No dia 1º de maio, o público já pôde conferir as prévias juninas do projeto Maranhão de Reencontros – evento que recebeu, todos os domingos, vários artistas tradicionais da cultura local.

O público, que chegou a ultrapassar mais de 3.500 pessoas na Concha Acústica Reynaldo Faray, localizada na Lagoa da Jansen, em São Luís, desfrutou o talento de nomes como Cacuriá de Dona Teté, Mano Borges, Boi de Morros, comédia Pão com Ovo, Boi de Nina Rodrigues, Companhia Barrica do Maranhão, Boi Brilho da Ilha, Boi de Axixá, Boi da Maioba, Boi Novilho Branco, Roberto Ricci e Boi de Santa Fé.

Por G1

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Exposição São Luís Sob a Luz dos Tambores está em cartaz no Black Swan, em São Luís

A exposição fotográfica do Fotoclube Poesia do Olhar está em cartaz até o próximo dia 27 no hall de entrada do Espaço Black Swan (Cohama) e Cafeteria DocBrown. Aberta no último dia 13, a mostra pode ser visitada de 2° a 6ª das 12 às 19h e aos sábados das 13h às 18h. A exposição faz parte do projeto “São Luís Sob a Luz dos Tambores”, que propõe evidenciar, de modo artístico e cultural, a cidade de São Luís, a partir do olhar literária do escritor Jousé Montello na obra “Tambores de São Luís”  

Anúncios

A exposição se utiliza de fotografias produzidas pelos membros do Fotoclube, publicadas no fotolivro Tambores, que também faz parte do projeto, e busca proporcionar um pensamento crítico e despertar no público uma busca mais profunda sobre a história de São Luís. O projeto é composto por um livro fotográfico resultado de um minucioso trabalho de pesquisa, duas exposições fotográficas e tem a participação de 19 fotoclubistas.

 “Estamos muito felizes com o resultado do projeto e em poder deixar esse legado fotográfico para a nossa cidade, inspirado em um dos seus mais ilustres autores que é Josué Montello e sua obra Os Tambores de São Luís”, diz o presidente do Fotoclube, João Maria Bezerra.

Depois do Black Swan a exposição segue para o Shopping da Ilha onde ficará em cartaz de 1º a 25 de junho, das 10 às 22h, no piso L3 (próximo à praça de Alimentação).  

Anúncios

Sobre o Poesia do Olhar

Foi fundado no ano de 2009, constituído sob a forma de uma associação sem fins lucrativos, atualmente com 35 (trinta e cinco) associados, unidos por uma mesma paixão: a fotografia. O clube tem como objetivo reunir os apaixonados pela fotografia, amadores ou profissionais com foco na realização de encontros, palestras, workshops, cursos, publicações, exposições, concursos, saídas fotográficas com finalidade desenvolver habilidades técnicas e artísticas de seus associados e promover a arte fotográfica no estado do Maranhão. A entidade nos últimos anos tem obtido destaque no cenário da fotografia nacional figurando entre os 10 melhores fotoclubes do Brasil conforme o bom desempenho de seus integrantes nas últimas Bienais de Arte Fotográfica da Confederação Brasileira de Fotografia – Confoto.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Maranhão de Reencontros: Cacuriá de Dona Teté, Boi de Morros e Mano Borges abrem prévias do São João 2022

Cacuriá de Dona Teté, Boi de Morros e Mano Borges, nomes consagrados da cultura e da música popular maranhense, foram as primeiras atrações do projeto “Maranhão de Reencontros”, iniciativa do Governo do Maranhão, intermediada pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), que durante todos os domingos do mês de maio vai reunir programação diversificada no palco da Concha Acústica da Lagoa da Jansen, em São Luís. 

Anúncios

De acordo com o secretário de Cultura do Maranhão, Paulo Victor, a ideia é fazer uma prévia do São João 2022 e conclamar as famílias para a primeira grande celebração junina no Estado, após dois anos de severa crise sanitária decorrente da pandemia de Covid-19.    

“São dois anos de espera e a gente começa a incentivar e fazer uma prévia do nosso São João aqui na Concha da Lagoa. Todos os domingos nós teremos uma programação para a família”, informou o secretário.  

Neste domingo (1º), além dos ritmos tradicionais do folclore junino maranhense, o primeiro dia de programação do projeto contou com música eletrônica na abertura e nos intervalos entre os shows.

O cantor e compositor Mano Borges comemorou a oportunidade e acredita que o sucesso da primeiro dia de “Maranhão de Reencontros” é um indicador de que esse será o maior São João da história.

Anúncios

“O público foi um show à parte cantando tudo com a gente. E ainda tivemos a participação especial do nosso secretário de Cultura Paulo Victor na percussão. Sinal que teremos o maior São João do Brasil. Que cheguem logo nossos arraiais! Nos vemos em breve”, disse o músico em postagem nas redes sociais.  

Representando o governador Carlos Brandão, o secretário-chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, acompanhou de perto o primeiro dia de festa do “Maranhão de Reencontros”. 

“Depois de uma pandemia, de muito tempo em que não houve essa festividade no Maranhão, a população do Maranhão e de São Luís, especialmente, está sedenta por São João. O governador Brandão, atendendo apelo de brincantes e artistas, dobrou o período de festa e quer fazer o maior São João da história”, frisou o secretário Sebastião Madeira.      

Anúncios

Cultura e Renda

Uma estrutura foi especialmente preparada para receber o público na Concha Acústica da Lagoa da Jansen, incluindo uma praça de alimentação para a oferta de lanches variados.  

De acordo com o secretário de Cultura, Paulo Victor, o objetivo é estimular a cultura e fomentar a economia local. “Assim trabalhamos a cultura e a economia, provando que o evento São João não se trata somente de atrações juninas”, ressaltou.

Empreendedores do programa Mais Renda, estratégia da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), venderam seus produtos no primeiro dia de “Maranhão de Reencontros”.

Anúncios

Os beneficiários foram contemplados com equipamentos da área da alimentação. No cardápio, churros, crepes, hot dog e churrasco. A parceria entre Secma e Sedes visa estimular a movimentação econômica e a inserção dos beneficiários do Mais Renda no mercado.

O programa vem ajudando pessoas como o microempreendedor Bartolomeu Maranhão, que há longo tempo está sem emprego formal. Bartolomeu já vinha lucrando com o Mais Renda na porta da própria residência. Com o “Maranhão de Reencontros”, o vendedor de lanches pôde ampliar a clientela.  

“Eu estou desempregado há bastante tempo. O Mais Renda me deu uma renda bacana na porta de casa. É a segunda vez que estou saindo da porta de casa, lá eu já tenho uma clientela. Agora está chegando o São João e o negócio vai melhorar ainda mais”, afirmou o beneficiário.

Anúncios

Sobre o Mais Renda

O programa Mais Renda surgiu em 2015 como medida socioinclusiva instituída pelo Governo do Maranhão. A iniciativa inclui a doação de equipamentos nas áreas de alimentação, beleza, costura, estética e confeitaria. Além disso, é fornecido auxílio inicial de R$500,00 e encontros, visando a capacitação de trabalhadores autônomos em suas respectivas áreas. 

Até o momento, mais de 3.000 pessoas de 74 municípios maranhenses já foram beneficiadas com o Mais Renda.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com