Arquivo da tag: Greve

Sindicato dos Rodoviários deflagra greve geral em São Luís em até 72 horas

Durante a Assembleia Geral Extraordinária, realizada neste sábado (03), o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, decidiram deflagrar greve geral em São Luís em até 72 horas, para segunda-feira (05).

Anúncios

O motivo da greve é o descompromisso do Sindicato Patronal (SET) em pagar o décimo terceiro do trabalhadores Rodoviários. O SET enviou um oficio propondo pagar o décimo terceiro em oito parcelas mensais. Em assembleia, os rodoviários recusaram a oferta.

Veja a nota:

Em Assembléia, Rodoviários decidem por unanimidade deflagrar greve geral em São Luís em até 72 horas.

Na manhã deste sábado (03), o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, realizou Assembléia Geral, na sede da entidade, para informar os trabalhadores sobre o recebimento de um oficio encaminhado pelo sindicato patronal (SET), informando que o décimo terceiro dos trabalhadores Rodoviários que atuam no sistema de transporte público na Grande São Luís, será pago em oito parcelas mensais. Não iremos aceitar esse absurdo informado pelos patrões, O 13º salário é um direito adquirido pelos trabalhadores brasileiros.

Anúncios

Diante desse cenário, a categoria decidiu em votação deflagrar Greve Geral, a entidade irá tomar todas as medidas cabíveis, jurídicas, e irá comunicar a justiça e todos os órgãos competentes. O que os patrões estão querendo fazer é um total desrespeito e injustiça contra a nossa classe. A paralisação do transporte público da Grande Ilha acontecerá nas próximas 72 horas, caso o Sindicato Patronal não apresente condições justas, que atenda os direitos e reivindicações dos trabalhadores.

“Os empresários já não cumprem vários acordos, estabelecidos conforme Convenção Coletiva de Trabalho. Atrasam salários, atrasam o ticket alimentação, atrasam pagamento das férias e agora sugerem esse absurdo, pagar o 13º salário em oito parcelas. Não vamos aceitar. Isso é uma afronta e um desrespeito aos trabalhadores. Nos reunimos em assembléia geral, agora pela manhã, e foi decidido pela própria categoria cruzar os braços, pois com essa proposta indecente dos patrões não nos resta outra alternativa, que não seja partir para greve”, enfatiza Marcelo Brito, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Ascom Sind. Rodoviários -MA

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Sindicato dos Rodoviários convoca Assembleia Geral Extraordinária neste sábado (03)

O motivo da Assembleia é para discutir sobre a falta de pagamento do 13º

Anúncios

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão convocou uma Assembleia Geral Extraordinária para esse sábado (03), às 9h, na sede da entidade. A pauta da assembleia será a discussão sobre a falta de pagamento do décimo terceiro, que seria adiantado no dia 20 de novembro, e também a proposta de parcelamento do 13º em oito vezes.

Veja a nota do Sindicato:

Convocação de Assembleia Geral Extraordinária

Convocamos todos os companheiros e companheiras do transportes de passageiros, que atuam no setor de transporte urbano e semiurbano de
São Luís e região metropolitana, para participarem de assembleia geral extraordinária, que será realizada neste sábado (03), às 9h, na sede da entidade.

Anúncios

A pauta a ser discutida, será o não pagamento do décimo terceiro, que teria o adiantamento no dia 20 de novembro, e também a proposta de parcelamento do mesmo em oito vezes.

Companheiros, o papel do Sindicato é defender os interesses da categoria, contudo, isso só será possível com a sua participação. Portanto, convidamos todos vocês à comparecerem nessa assembléia para decidirmos juntos o que fazer para impedir que esses empresários pratique mais essa irresponsabilidade com a categoria.

Essa é a hora de lutarmos, não podemos permitir que a nossa omissão seja a arma que eles precisão para impor suas vontade.
Por tudo isso, esperamos vocês neste sábado na grande assembléia geral extraordinária.

Anúncios

Se não pagarem o nosso salário e décimo terceiro, não teremos ônibus na grande ilha

A DIRETÓRIA

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Suspeita de nova greve dos ônibus por falta de pagamento salarial em São Luís

Um nova greve dos ônibus paira sobre a capital maranhense. Conforme a publicação do Instagram do Sindicato do Rodoviários, os trabalhadores rodoviários de São Luís estão com o pagamento salarial atrasado.

Anúncios

De acordo com o vereador Álvaros Pires (PMN), as Concessionárias não pagam os trabalhadores desde o mês de setembro, estando atrasado o mês de outubro e parte do décimo terceiro salário.

O vereador foi relator na CPI que investigou o sistema público de transporte público da capital maranhense. Álvaros Pires pediu ao prefeito Eduardo Braide, que intervenha na situação e voltou a criticar o secretariado do prefeito, segundo ele, mais atrapalham do que ajudam a gestão.

Anúncios
Anúncios

Convocação de Assembleia Geral Extraordinária

O Sindicato dos Rodoviários convocou todas as trabalhadoras e trabalhadores rodoviários, que atuam no setor de transporte urbano e semiurbano da grande ilha, para participarem da Assembleia Geral que será realizada, nesta quinta-feira (17), em dois turnos, às 08h30 e 16h.

A pauta a ser discutida e aprovada será a proposta de negociação coletiva salarial, referente ao ano de 2023.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Nota do Comando de Greve e da Assessoria Jurídica sobre a decisão judicial proferida em 25 de abril

Em resposta aos requerimentos formulados pelo município de São Luís para que fossem autorizados o corte de ponto e a instauração de processos administrativos disciplinares contra os professores (as) grevistas, além de ter solicitado bloqueio das contas e contratação de substitutos, a assessoria jurídica do Sindeducação esclarece que o TJ-MA proferiu na manhã desta segunda-feira (25) decisão na qual entende não caber ao Poder Judiciário decidir sobre tais matérias, reconhecendo que estas medidas são de competência da gestão municipal, a quem compete decidir pela conveniência e oportunidade de sua aplicação. Desse modo, não procede a informação de que teria havido autorização do Poder Judiciário para que a Prefeitura de São Luís promovesse o corte de ponto dos professores e professoras que aderiram à greve.

Anúncios

Ressalta-se que, qualquer decisão neste sentido, configura retaliação ao legítimo direito de greve e decorre, única e exclusivamente, de decisão política do Prefeito Eduardo Braide. A Desembargadora Relatora da ação também entendeu não ser o momento processual adequado para se manifestar sobre eventual bloqueio da(s) conta(s) do sindicato, autorizando, entretanto, que a Prefeitura de São Luís realize contratação temporária para substituir os (as) professores (as) grevistas. O Sindeducação, por meio da sua Assessoria Jurídica, informa que, no dia 18 de abril, foi interposto recurso contra a liminar e que está avaliando os efeitos desta nova decisão e os remédios jurídicos cabíveis para a devida e oportuna impugnação.

A convocação feita pela Prefeitura de São Luís, no Diário Oficial, para que os professores retornem ao trabalho nesta terça, dia 26, faz parte das ações que a administração pública vem tomando com objetivo de pressionar e desmobilizar nossa luta. Da mesma forma, a orientação aos (às) gestores (as) das escolas para que façam ligações aos (às) professores (as) grevistas tencionando para que retornem ao trabalho. Reforçamos que, como em todos os movimentos paredistas realizados pela categoria, as faltas serão objeto de negociação e serão retiradas mediante a compensação, conforme decisão já consolidada no Superior Tribunal Federal (STF).

Anúncios

É preciso dizer que a greve é legítima e está mantida. A força da categoria e a sua mobilização é que irá definir os rumos dessa luta histórica, que reúne milhares de pessoas nas ruas em defesa da educação pública de São Luís e por respeito e valorização dos (as) professores (as). Precisamos resistir e dialogar com a sociedade, conquistando sua solidariedade e apoio, compelindo o prefeito Eduardo Braide a reabrir as negociações e apresentar uma proposta que realmente valorize a categoria.

Avante professores (as). Juntos (as) vamos construir mais essa vitória para nossa categoria. Participe das panfletagens e atos da greve. Converse e mobilize.

Nossa greve precisa do seu apoio!

Braide, valorize os professores!

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Eduardo Braide usa novamente a justiça contra os trabalhadores

Nesta segunda-feira (25), o Tribunal de Justiça do Maranhão, através da desembargadora Francisca Galiza, autorizou que a Prefeitura de São Luís desconte dos salários as faltas dos professores que estão em movimento de greve.

Anúncios

“Uma vez não configurada a situação excepcional reconhecida pelo Excelso Tribunal, é possível o lançamento das faltas no período da paralisação, se assim definir o requerente”, destacou a desembargadora no despacho.

Não é a primeira vez que o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (sem partido), prefere usar a justiça contra os servidores municipais em vez do dialogo.

Anúncios

Na semana passada, durante audiência de conciliação, a Prefeitura, via Secretaria Municipal de Educação (Semed), ofereceu reajuste de 10,06% aos professores da rede municipal de ensino. Os educadores cobram o aumento linear de mais de 33%, conforme foi a portaria do FNDE.

A Sindeducação organizará uma coletiva de imprensa ainda nesta segunda-feira para dá mais informações sobre a greve dos professores.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Funcionários que atuam na limpeza de hospitais municipais em São Luís fazem greve; categoria cobra pagamento de salários

De acordo com o sindicato, os salários que deveriam ter sido pagos no início deste mês de abril, até o momento, não foram depositados nas contas dos trabalhadores, além disso, não há previsão para que os pagamentos sejam realizados.

Anúncios

Mais de 200 funcionários que atuam no setor de limpeza do Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II), Hospital da Mulher e da Criança, além das unidades mistas, em São Luís, estão de braços cruzados, desde a última sexta-feira (15), por falta de pagamento.

As informações foram divulgadas, nesta segunda-feira (18), pelo Sindicato de Asseio e Conservação da capital.

De acordo com o sindicato, os salários que deveriam ter sido pagos no início deste mês de abril, até o momento, não foram depositados nas contas dos trabalhadores, além disso, não há previsão para que os pagamentos sejam realizados.

Anúncios

Segundo o presidente do Sindicato de Asseio e Conservação, Maxwell Bezerra, a empresa Maxtec, terceirizada que presta o serviço de limpeza, não recebe, há cerca de cinco meses, o repasse por parte da Prefeitura de São Luís, inviabilizando o pagamento dos salários dos funcionários terceirizados.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informou que “não procede o atraso de 5 meses no pagamento da empresa terceirizada, responsável pela limpeza das unidades”.

Ainda de acordo com a Semus, a Secretaria “não foi comunicada de qualquer paralisação. Ainda assim, já está em contato com a empresa para que o serviço continue sendo garantido nas unidades da rede pública de Saúde”. (G1 Maranhão)

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Professores de São Luís acham injusto decisão de ilegalidade da greve

Sindicato desmente Prefeitura de São Luís que declarou que soube da greve pelas redes sociais.

Anúncios

Os professores municipais de São Luís, através do Sindeducação, afirmaram que acham injusto a decisão da Justiça do Maranhão de proibir e tornar a greve da categoria como ilegal. A decisão foi da desembargadora Maria Francisca Galiza, das Segundas Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça do Maranhão.

A categoria afirma que seguiu todos os pré-requisitos para tornar a greve legitima e desmente a Prefeitura de São Luís, declarando que a Eduardo Braide (sem partido) recebeu a notificação obrigatória com antecedência mínima de 72 horas, por meio de comunicado protocolado na Prefeitura de São Luís e na Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Veja a nota do Sindeducação:

Anúncios

Sindeducação informa que continuará na luta por valorização e adotará medidas judiciais cabíveis para combater decisão que determina ilegalidade e suspensão da greve

O Sindeducação e sua Assessoria Jurídica receberam com “surpresa” nesta manhã de quarta-feira (13) decisão determinando a ilegalidade e a suspensão da greve que sequer começou, pois o movimento foi deflagrado para ter início somente na próxima segunda-feira, dia 18 de abril.

Causou estranheza essa decisão, pois o Sindeducação e a categoria seguiram todos os trâmites previstos na Lei Geral de Greve, aplicável às greves no serviço público, bem como em reiteradas decisões dos mais diversos tribunais do País. Em várias assembleias gerais, o Sindeducação trilhou o caminho correto para que a greve fosse deflagrada, primeiro declarando estado de greve, posteriormente o indicativo de greve, sem que a Prefeitura de São Luís durante este período oferecesse proposta além dos 5% de reajuste para os profissionais do magistério, rejeitado à unanimidade pela categoria em assembleia geral.

Quanto aos requisitos exigidos por Lei para que a greve seja deflagrada de forma legal e legítima, o Sindeducação afirma ter cumprido até agora todos, inclusive no que tange à notificação obrigatória com antecedência mínima de 72 horas, por meio de comunicado protocolado na Prefeitura de São Luís e na Secretaria Municipal de Educação (Semed) na segunda-feira (11) pela manhã, não procedendo a informação levada ao Judiciário pelo Município, de que soube da greve “por meio das redes sociais”. Igualmente, o Sindeducação sempre esteve aberto ao mais amplo diálogo, tanto que participou das 5 reuniões da Mesa de Negociação tratando sobre a campanha salarial, sendo que a Prefeitura/Semed apresentou, nestas ocasiões, apenas uma proposta, encerrando-se as negociações pela ausência de qualquer outra proposta que fosse além dos 5% de reajuste e da negativa do Poder Público em apresentar os relatórios de gastos dos recursos Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e de estudos financeiros idôneos que indicassem não ser possível o atendimento do pleito da categoria.

Anúncios

Portanto, indevida a decisão liminar que, sem ouvir as razões do Sindeducação, determina a suspensão de movimento que ainda sequer foi iniciado, acabando por negar à categoria o exercício do próprio direito de greve, tal como constitucionalmente assegurado. Por fim, o Sindeducação informa que continuará na luta pela valorização da categoria e adotará as medidas judiciais cabíveis para combater esta decisão apressada e inadequada.

A DIREÇÃO

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Justiça proíbe a greve dos professores municipais de São Luís

A Justiça do Maranhão determinou, nesta terça-feira (12) a proibição da greve dos professores municipais de São Luís que está marcada para começar no dia 18 de abril. A decisão foi da desembargadora Maria Francisca Galiza, das Segundas Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça do Maranhão.

Anúncios

Conforme a desembargadora, a paralisação prejudicaria o sistema de ensino, que já acumula prejuízos por conta dos dois anos de funcionamento remoto ou em sistema híbrido em virtude da pandemia da covid-19.

Ainda foi levado em conta que os argumentos da PGM, segundo os quais foi o próprio sindicato quem decidiu interromper uma mesa de negociação que tratava de reajuste salarial e exigir, por meio do movimento, um aumento da ordem de 36,56%.

Caso os trabalhadores realizem a greve, a multa será de R$ 50 mil por dia e deve ser cobrada do Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de São Luís (SINDEDUCAÇÃO).

Baixe aqui a íntegra da decisão.

Anúncios

Com informações do blog de Gilberto Leda.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Greve dos ônibus: Nova audiência será realizada nesta quarta (30)

Uma nova audiência será realizada nesta quarta-feira (30) para resolver a greve dos rodoviários da Grande Ilha. A audiência serás às 15 horas, na sede do TRT-MA, tendo a presença de representantes da prefeitura de São Luís, do sindicato dos rodoviários e do Sindicato Empresários do Transporte Público (SET).

Anúncios

Veja a nota do Sindicato dos Rodoviários:

INFORMATIVO SIND. RODOVIÁRIOS – MA

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa que a pedido da Prefeitura de São Luís, a entidade foi convocada, juntamente com o sindicato patronal (SET), para nova audiência que será realizada nesta quarta-feira (30), às 15 horas, na sede do TRT-MA.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, confirma presença nesta audiência e espera que os encaminhamentos tomados nela, resultem no atendimento as reivindicações dos trabalhadores, pondo fim ao movimento grevista. A entidade reafirma, que não tem interesse algum em causar transtornos a população, mas apelar para a greve foi a única alternativa que restou, para que o Rodoviários tivessem os seus direitos respeitados e garantidos pelos empresários.

Ascom Sind. Rodoviários – MA

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Greve Geral dos ônibus nesta terça (29)

O Sindicato dos Rodoviários anunciaram que nesta terça-feira (29) haverá greve total da categoria por não haver qualquer avanço nas negociações com o Sindicato dos Empresários do Transporte Público.

Após 12 dias de greve, o SET insiste em arrancar mais dinheiro público e da população da grande ilha, que mesmo com aumento da passagem, afirma constantemente que não lucram nada.

Enquanto isso, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide, está mais preocupado em trocar de partido em vez de resolver os problemas da sua gestão.

Anúncios

Veja nota:

INFORMATIVO SIND. RODOVIÁRIOS – MA

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa, que até o fim da tarde desta segunda-feira (28), não houve qualquer avanço nas negociações, que atendesse as reivindicações dos trabalhadores Rodoviários, por esta razão, a paralisação geral da categoria, está mantida e deve ser deflagrada, já nas primeiras horas desta terça-feira (29).

O movimento grevista dos trabalhadores, já dura 42 dias. Durante esse período, a entidade cumpriu as decisões judiciais, mantendo inclusive, o mínimo de 60% da frota de ônibus em operação em toda a Grande São Luís. Na última audiência de conciliação, no TRT-MA, em 18 de março de 2022, a questão foi encaminhada para julgamento, já que mais uma vez, não houve entendimento entre as partes. Até o momento, a Justiça do Trabalho, não se posicionou sobre quando esse julgamento irá acontecer.

Vale ressaltar, que o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, após Assembléia Geral da categoria, em 22 de março de 2022, cumpriu todos os prazos necessários estabelecidos, inclusive, comunicando com antecedência, o sindicato patronal (SET) e demais órgãos competentes envolvidos, a decisão dos trabalhadores, mas nenhuma solução foi apresentada para acabar com esse impasse. Mesmo com o reajuste de R$ 0,20 centavos no valor das tarifas de ônibus e mais o repasse de um subsidio, concedido pela Prefeitura de São Luís, os empresários, até então, não apresentaram qualquer proposta que atenda os trabalhadores, ou seja, um total descaso e desrespeito com a população e principalmente, com os Rodoviários, uma categoria, que assim como todas as outras, merece ter os seus direitos garantidos.

Ascom Sind. Rodoviários – MA

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com