Arquivo da tag: Nordeste

Lula venceu em 98,9% dos municípios do Nordeste, no 2º turno

Candidato do PT também foi o mais votado na maioria dos municípios brasileiros

Anúncios

Nesse domingo (30), o 2º turno das Eleições foi marcado por uma disputa muito acirrada entre os candidatos à Presidência, com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vencendo as Eleições com 50,9% dos votos válidos.

No entanto, na perspectiva do número de municípios onde cada candidato ganhou, é possível observar outras características. Lula foi o candidato mais votado em 3.123 municípios brasileiros, contra 2.444 onde Bolsonaro venceu.

O presidente eleito foi vitorioso em 56% das cidades, contra 44% do atual mandatário. Em dois municípios do país a votação terminou empatada.

Anúncios

Além da vantagem geral no país, Lula teve a preferência em 98,9% dos municípios do Nordeste. Lula saiu vitorioso em 1.774 cidades nordestinas, já Bolsonaro teve mais da metade dos votos em apenas 20 municípios da região.

O petista também teve a preferência dos eleitores na maior parte dos municípios da região Norte, ganhando em 65,6% dos municípios, contra 34,4% que foram ganhos por Bolsonaro.

Os dados foram divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e analisados pela Agência Tatu. A partir de recortes geográficos foi possível verificar a distribuição nacional, regional, estadual e municipal dos votos para presidente da república no segundo turno das eleições 2022.

Anúncios

Por estado

Ceará, Paraíba, Piauí e Sergipe registraram 100% de vitória no Lula em todos os seus municípios. O destaque vai ao município de Guaribas, no Piauí, como a cidade que mais deu votos ao petista representando 93,8% do eleitorado local do município.

Anúncios

O estado da Bahia é um dos mais importantes para as eleições no Nordeste e foi quase totalmente ganho por Lula. O petista ganhou em 415 dos 417 municípios baianos.

Já em Minas Gerais, um dos estados mais importantes para as eleições, o presidente eleito conseguiu ganhar, mas com uma diferença não tão grande quanto conseguiu no Nordeste. Foram 564 municípios ganhos por Lula contra 288 do adversário.

Anúncios

Já Bolsonaro, teve mais municípios ganhos no Centro-Oeste (78,4%), Sul (73,8%) e Sudeste (63,4%). Contudo, o único estado que deu 100% de vitória a Bolsonaro com seus municípios foi Rondônia; também ganhou no Distrito Federal.

A preferência pelo candidato de direita é bem evidente também no Sul, já que Nova Pádua (RS) é destaque como o município que mais teve votos para o candidato do PL, que ficou com 88,9% dos votos válidos da cidade.

Anúncios

Empate nas Eleições 2022

Duas cidades brasileiras tiveram um empate no número de votos para cada um dos dois candidatos. Em Guará (SP) e Irati (SC) que fecharam o 2º turno resultando em 50/50 na votação. O município paulista deu exatos 5.529 votos a cada um dos candidatos, já os eleitores da cidade catarinense deram 846 votos tanto a Bolsonaro quanto a Lula.

Por Agência Tatu

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Bahia foi o estado do Nordeste com o maior número de empresas inadimplentes em setembro, mostra Serasa Experian

Estado registrou mais de 329 mil negócios com contas em atraso; Serasa Experian oferece serviços que ajudam a saúde dos empreendimentos do início ao fim

Anúncios

Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian revelou que, dos 6,3 milhões de negócios com contas em atraso em setembro no Brasil, 329.174 foram da Bahia, sendo o estado com mais empreendimentos no vermelho no Nordeste. Além disso, a quantidade de dívidas negativadas na região foi de 1,9 milhões, com valor total de R$ 4,8 bilhões. O levantamento ainda mostra que esses empreendedores têm em média 6 dívidas por CNPJ. Confira o ranking completo no gráfico abaixo:

Anúncios

Cenário Nacional

Na análise geral de empresas inadimplentes no país, o montante de dívidas negativadas atingiu 44,6 milhões em setembro, totalizando o valor de R$ 105,2 bilhões somente no mês de referência. A maior parte dos débitos foram contraídos dentro da categoria “Outros”, que engloba fornecedores e parceiros. Confira os números completos nos gráficos abaixo:

Anúncios

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, mesmo que algumas variáveis econômicas demonstrem melhora, como a queda da inflação, para reverter o quadro de inadimplência é preciso de mais tempo. “A diminuição da inadimplência depende de uma melhora contínua e prolongada. Estamos começando a ver um cenário mais estabilizado agora, mas é necessária uma tendência positiva consolidada para que esse índice de fato comece a regredir”. Rabi também explica que a inadimplência é um indicativo em cadeia. “Quando os consumidores conseguirem limpar seus nomes, vão quitar suas dívidas com as empresas. Essas, por sua vez, com um melhor fluxo de caixa, poderão honrar os compromissos financeiros com parceiros e fornecedores e, dessa forma, a inadimplência da pessoa jurídica tende a diminuir”.

Outro recorte do índice mostrou que a representatividade dentre os negócios negativados é maior no setor de Serviços (53,3%). Em sequência estão: Comércio (37,7%), Indústria (7,8%), Setor Primário (0,8%) e Outros (0,4%). Para conferir mais informações e a série histórica do indicador, clique aqui.

Anúncios

Na Avaliação por Unidade Federativa, o estado de São Paulo hospedou a maior fatia dos negócios com o nome no vermelho. Outras regiões que tiveram destaque foram Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná. Veja no gráfico abaixo as informações na íntegra:

Anúncios

Micro e pequenas empresas são maioria dentre as inadimplentes 

Em setembro, o Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian também revelou que 5,6 milhões de negócios de micro e pequeno porte estavam negativados. Um aumento de 5,0% na comparação ano a ano. O setor de Serviços teve a maior participação, de 52,2%, seguido pelo Comércio, com 39,4%. Em sequência estavam as Indústrias (7,9%) e Demais (0,5%). De acordo com o vice-presidente de Pequenas e Médias Empresas da Serasa Experian, Cleber Genero, “as empresas menores tendem a demorar mais tempo para se reerguer, mesmo com a economia estável, por isso é importante planejar uma organização financeira e buscar soluções práticas que auxiliem a cobrança assertiva de clientes e a renegociação de dívidas com parceiros e fornecedores”.

Anúncios

Serasa Experian ajuda empresas a ficarem no azul 

A Serasa Experian tem o compromisso de ajudar os empreendedores a manterem a saúde dos seus negócios sempre em dia com oferta de capacitação gratuita por meio dos conteúdos no blog oficial, além de ferramentas que ajudam no planejamento financeiro e inteligência de mercado. Desde a abertura da empresa até consulta de Score e das dívidas pelo CNPJ, tem sempre um produto perfeito para cada empreendimento. Clique aqui para acessar

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

União Brasil e PT possuem as maiores bancadas federais do Nordeste

MDB, PSB e PDT estão entre os partidos que encolheram na região

Anúncios

Durante a janela partidária, os parlamentares podem mudar de partido sem o risco de perder a candidatura. No início da legislatura atual o Partido dos Trabalhadores (PT), o Partido Progressista (PP) e o Partido Democrático Trabalhista (PDT) tinham o maior número de deputados federais do Nordeste, mas essa configuração mudou e o PT e a União Brasil finalizaram com 20 deputados federais cada, formando as maiores bancadas nordestinas na câmara.

Os dados coletados pela Agência Tatu são da Câmara dos Deputados e registram todos os deputados federais do Nordeste, incluindo os que estão em exercício, como também os que renunciaram ou foram afastados.

Anúncios

Mudanças dos Deputados Federais do Nordeste

Entre os 19 partidos que têm candidatos em exercício como deputados federais, ao final da janela partidária, os partidos União Brasil (União), Partido Liberal (PL) e Republicanos foram os partidos que mais cresceram desde a eleição. Todavia, só o União faz parte dos maiores partidos no Nordeste. 
Além do União Brasil, o PT também conta com maior número de parlamentares: 20 cada partido, seguido pelo Partido Progressista (PP) que encerrou com 17, depois o Partido Liberal com 16 e o Partido Social Democrático (PSD) com 15.

Na contramão, alguns partidos perderam filiados e até deixaram de ter mandatos na Câmara dos Deputados. Foi o caso do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), do Partido da Mobilização Nacional (PMN), do Solidariedade, do Podemos e do Patriotas. Estes foram os que apresentaram as maiores reduções no Nordeste.

A maior parte dos ingressos no União Brasil vieram dos partidos DEM e do PSL, mas também houve do Podemos (PODE), Partido Democrático Trabalhista (PDT) e do Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Já na situação do PT, quase não houve migrações de outros partidos, mas os que ingressaram migraram do PDT e do PCdoB.

Anúncios

Maranhão

São 18 deputados federais do Maranhão, em que, após a janela partidária, o PL assumiu o primeiro lugar e se tornou o partido com mais deputados maranhenses filiados. Das seis mudanças de partido, PL, União, PT, Republicanos, Podemos e PSC foram os contemplados com um parlamentar cada. 

Dos deputados que trocaram, Rubens Pereira Júnior foi do PCdoB para o PT, Pedro Lucas Fernandes se juntou ao União e saiu do PTB e o Pastor Gil saiu do PMN e foi para o PL.

Anúncios

Alagoas

O estado tem nove deputados federais em exercício, mas somente quatro realizaram mudança de partido dentro do período. Ao fim da janela partidária, Alagoas ficou com dois deputados federais pelo MDB e dois pelo PP. Além do PT, mais quatro partidos contam com um representante, no entanto, nenhum é do União Brasil.

Das mudanças de partido pelos representantes de Alagoas na Câmara dos Deputados, Marx Beltrão saiu do PSD para o PP, o Severino Pessoa saiu do Republicanos para o MDB, o Nivaldo Albuquerque saiu do PTB e foi para o Republicanos e a deputada Tereza Nelma saiu do PSDB para o PSD.

Anúncios

Bahia

O maior estado do Nordeste tem 39 deputados federais em exercício atualmente e ocorreram 18 mudanças de partido. Houve uma mudança para o PL e outra para o UNIÃO, mas não houve trocas para o PT, que, mesmo assim, é o com maior número de representantes no estado. Entre os parlamentares que comunicaram a mudança estão João Roma, que saiu do Republicanos e foi para o PL; o José Rocha que foi do PL para o União; e o Igor Kannário que se juntou ao União e saiu do Podemos.

Anúncios

Ceará

Com 22 deputados federais, aconteceram sete mudanças de partido, mas o PDT se manteve como o mais numeroso do estado.

Foram três mudanças para o União e duas para o PL. Os deputados Moses Rodrigues, que saiu do MDB, e Vaidon Oliveira e Capitão Wagner (ambos foram afastados), que saíram do PROS, foram para o União. Já Genecias Noronha e Júnior Mano, que estavam no Solidariedade e Patriotas respectivamente, foram para o PL. 

Anúncios

Paraíba

O estado tem 12 deputados federais em exercício e contou apenas com quatro trocas de partido, sendo o União e Republicanos os com mais representantes: três parlamentares cada.

Das mudanças de partido, Damião Feliciano foi do PDT para o União, Wilson Santiago saiu do PTB para o Republicanos e a deputada Edna Henrique trocou o PSDB também pelo Republicanos.

Anúncios

Pernambuco

Entre os 25 deputados federais de Pernambuco, ocorreram sete mudanças, mas o PSB seguiu sendo o partido com mais filiados.

Entre as trocas de partido, três partiram para o PL e Republicanos. Rede, Avante e Solidariedade ingressaram um deputado cada. Pastor Eurico, Fernando Rodolfo e André Ferreira saíram dos seus partidos de eleição (na ordem, Patriotas, Podemos e PSC) e se coligaram ao PL.

Anúncios

Piauí

Dos dez deputados federais do estado, houve cinco mudanças de partido durante a janela partidária, o PT, PSD e PP se tornaram os mais numerosos no estado.

O PSD ganhou dois novos parlamentares, enquanto o PT, PP e Republicanos receberam um cada. Capitão Fábio Abreu saiu do PL e foi para o PSD; Marcos Aurélio Sampaio saiu do MDB para o PSD; Flávio Nogueira saiu do PDT para o PT; e o Átila Lira desfiliou-se do PSB para filiar-se ao PP.

Anúncios

Rio Grande do Norte

Com oito deputados em exercício, o Rio Grande do Norte teve três trocas e, com isso, o PP e PL passaram a frente e são os mais numerosos no estado, com dois deputados cada.

Das trocas, o General Girão saiu do União e foi para o PL, já o Fábio Faria foi do PSD para o PP e, por último, o deputado Benes Leocádio saiu do Agir para o União.

Anúncios

Sergipe

Em Sergipe são oito deputados federais e houve quatro mudanças de partido. Ao final da janela partidária, o PL e o PSD se tornaram os partidos com mais deputados filiados.

Das trocas, o deputado Fábio Reis saiu do MDB e foi para o PSD; Gustinho Ribeiro foi do Solidariedade para o Republicanos; Valdevan Noventa entrou para o PL e saiu do PSC; e o deputado Fábio Henrique saiu do PDT e foi para o União Brasil.

Anúncios

Brasil

No Brasil, o PT e o PSL eram os maiores partidos. Antes da janela partidária, o PT tinha 54 deputados filiados, já o PSL possuía 52. Com o fim da janela partidária, o PL ganhou mais 45 deputados, fechando com 78 e se tornando o mais numeroso.

Por outro lado, o PT recebeu somente mais dois deputados, que deixou o partido com 56, sendo o segundo em número de parlamentares. O PP ficou em terceiro, após receber novos 14 deputados e encerrar com 52.

Mudanças no nome

Nem todas as mudanças foram entre os partidos, já que alguns trocaram apenas de nome. O Partido da República (PR) virou o Partido Liberal (PL), o Partido Popular Socialista (PPS) agora se chama Cidadania, o Partido Ecológico Nacional (PEN) tornou-se o Patriota, Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) virou Avante, o Partido Trabalhista Cristão (PTC) mudou e agora é Agir e o Partido Trabalhista Nacional (PTN) se tornou o Podemos (Pode).

Anúncios

Alguns partidos, ainda, abreviaram o nome, como o Partido Republicano Brasileiro (PRB) que agora é só Republicanos e o Partido Social Democrata Cristão (PSDC) é Democracia Cristã (DC).

Dos partidos incorporados, o Partido Humanista da Solidariedade (PHS) que se juntou ao Podemos (Pode), o Partido Republicano Progressista (PRP) ao Patriota e o Partido Pátria Livre (PPL) ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Já o União Brasil (União) é resultado de duas junções de partidos: o Partido Social Liberal (PSL) e o Democratas (DEM).

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Projetos pessoais e má localização são os principais motivos para moradores do Nordeste desejarem mudar de imóvel, aponta QuintoAndar

Levantamento revela que 32% dos entrevistados consideram alta a chance de procurar uma nova residência nos próximos dois anos

Anúncios

O Censo QuintoAndar de Moradia, pesquisa inédita realizada em parceria com o Instituto Datafolha, revela que um em cada três moradores (32%) da região Nordeste tem a intenção de mudar de casa nos próximos dois anos. Os principais motivos apontados estão relacionados a projetos pessoais (26%), má localização/insatisfação com o bairro (20%), preferências do imóvel (19%) e mudança de bairro/cidade (11%).

Ao analisar o bairro em que vivem atualmente, 37% dos entrevistados afirmam que mudariam de local. O desejo se deve, especialmente, à qualidade dos serviços ofertados – a nota média dada é 6,3, em uma escala de 0 a 10. Os moradores da região Nordeste, hoje, dão alta importância para áreas verdes, segurança e zeladoria, mas avaliam mal a oferta desses itens onde vivem.

Anúncios

Dos serviços avaliados, os itens com avaliações mais baixas são: disponibilidade de shoppings center e atividades de cultura e lazer (ambos com nota 4,2), áreas para a prática de esportes (5,6), coleta de lixo reciclável (5,7), opções de transporte coletivo (5,9), segurança (6,0), áreas verdes (6,1), ruas asfaltadas (6,1), calçadas conservadas (6,3) e opções de lazer (6,5). 

Em contraponto, a coleta do lixo domiciliar (7,9), as escolas (7,8), o comércio (7,7), a iluminação das ruas (7,4), a limpeza do ambiente (7,1) e a disponibilidade de hospitais e postos de saúde (7,0) são os itens mais bem avaliados pelos entrevistados.

“Quando olhamos para o mercado imobiliário da região, é possível identificar um grande potencial de crescimento. Apesar do tempo médio de moradia no bairro ser de 21 anos – maior percentual do país, ao lado da região Sudeste –, 32% dos entrevistados consideram alta a chance de mudar de casa em um curto prazo. Considerando este cenário, é possível pensar em  oferecer soluções personalizadas e atraentes para os consumidores”, comenta Thiago Reis, gerente de Dados do QuintoAndar.

Anúncios

Metodologia da pesquisa 

O Censo QuintoAndar de Moradia traz informações sobre o mercado residencial no Brasil, a caracterização do domicílio, além de hábitos, anseios e desejos dos brasileiros. Ao todo, foram realizadas 3.186 entrevistas com a população brasileira, com idade a partir de 21 anos, em todas as cinco regiões do país (Sudeste, Sul, Norte, Nordeste e Centro-Oeste). Há, ainda, uma amostra representativa das regiões metropolitanas de Rio, São Paulo e Belo Horizonte e dos macropolos da Baixada Santista e de Ribeirão Preto. A pesquisa foi feita por meio de entrevistas pessoais em pontos de fluxo populacional entre os dias 11 e 21 de outubro de 2021 e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos para o total da amostra. Na região Sul, foram feitas 300 entrevistas.

Sobre o QuintoAndar 

Anúncios

O Grupo QuintoAndar é a maior plataforma de moradia da América Latina e oferece uma experiência direta, simples e transparente para quem busca um lugar para morar e para quem tem uma casa para alugar ou vender. A plataforma permite a busca de imóveis por meio de fotos de alta qualidade, marcação de visitas e fechamento do aluguel ou da compra online, sem burocracia. Os inquilinos alugam com facilidade, e os compradores têm maior transparência ao longo de toda a transação. Os proprietários estão cobertos pela Proteção QuintoAndar, que assegura o recebimento em dia do valor do aluguel, independentemente do pagamento pelo inquilino e cobre indenizações de até R$50 mil por danos causados ao imóvel ao fim do contrato. Para imobiliárias, a empresa oferece um portfólio de serviços com soluções de crédito e financiamento, garantia locatícia e geração de demanda. A companhia tem atualmente mais de 150 mil contratos e R$ 80 bilhões em ativos sob administração e opera em mais de 50 cidades no Brasil, além da Argentina, Equador, Panamá, Peru e México por meio das operações do grupo Navent, adquirido em dezembro de 2021. Para saber mais sobre o QuintoAndar, acesse nossa central de imprensa.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Menor inclinação do eixo da Terra provocou, no passado, o ressecamento do clima no Nordeste

O aumento na duração da estação seca resultou em diminuição da cobertura arbórea e expansão da vegetação de tipo savânica ou campestre no Cerrado. Mudança climática em curso pode levar a situação semelhante no final do século 21

Anúncios

José Tadeu Arantes | Agência FAPESP – A bacia hidrográfica do rio São Francisco abriga parte substancial do Cerrado, além de amplas áreas de Caatinga e, em menor proporção, de Mata Atlântica. O Cerrado ocupa a porção central da bacia e seu complexo bioma apresenta diversas fisionomias, variando desde a vegetação aberta, sem árvores e com expressivo estrato herbáceo e pequenos arbustos, até o dossel fechado, com densa ocorrência de árvores.

A densidade da cobertura arbórea tem profunda importância ecológica nesse bioma, exercendo grande influência em fatores como propagação do fogo, fauna local, ciclo hidrológico e balanço de carbono. Reconstruções precisas da vegetação do passado são fundamentais para entender a distribuição e a diversidade atuais da flora do Cerrado e para projetar cenários futuros.

Um estudo recentemente publicado no periódico Quaternary Science Reviews mostra que a densidade de árvores no Cerrado foi majoritariamente controlada pela duração da estação seca nos últimos 45 mil anos.

Anúncios

O trabalho é parte da dissertação de mestrado de Jaqueline Quirino Ferreira e foi coordenado por Cristiano Mazur Chiessi, professor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP). Recebeu apoio da FAPESP por meio de dois projetos (18/15123-4 e 19/24349-9) – um deles vinculado ao Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG) e outro ao Programa de Pesquisas em Caracterização, Conservação, Recuperação e Uso Sustentável da Biodiversidade do Estado de São Paulo (BIOTA).

“Para correlacionar a variação do clima com a densidade de árvores, utilizamos indicadores independentes de precipitação e vegetação registrados em sedimentos coletados ao largo da desembocadura do rio São Francisco. Mais especificamente, analisamos as composições de isótopos de hidrogênio e carbono em ceras de plantas oriundas da bacia do São Francisco e depositadas em sedimentos marinhos”, diz Ferreira.

Segundo a pesquisadora, essas ceras são lipídeos que se formam sobre as folhas e controlam o processo de evapotranspiração da planta, ao mesmo tempo que a protegem da radiação ultravioleta. A composição dos isótopos de hidrogênio indica o padrão de chuvas na época em que essas ceras foram produzidas. Enquanto a composição dos isótopos de carbono registra a extensão da cobertura arbórea.

Anúncios

“Esses dados, juntamente com análises geoestatísticas e resultados de um modelo climático numérico, sugerem que as mudanças na duração da estação seca da região estariam relacionadas a alterações na radiação recebida do Sol. Estas, por sua vez, foram induzidas por variações na inclinação do eixo de rotação da Terra”, explica Chiessi.

Inclinação variável

Como se sabe, o eixo de rotação da Terra não é ortogonal ao plano no qual ela se movimenta ao redor do Sol. Ele apresenta uma pequena inclinação, que foi provavelmente causada por um impacto que a Terra sofreu de outro corpo celeste no passado remoto. Atualmente, a inclinação axial da Terra é de aproximadamente 23°26’ (vinte e três graus e 26 minutos de arco). Porém, esse valor não é fixo. Devido à atração gravitacional dos outros planetas do Sistema Solar, principalmente de Júpiter e Saturno, ele oscila ciclicamente entre um mínimo de 22°00’ e um máximo de 24°30’. O ciclo completo dura cerca de 41 mil anos.

Anúncios

“Durante o período de máxima inclinação do eixo, o aquecimento anômalo do hemisfério de verão causou uma reorganização da circulação atmosférica tropical, provocando, na bacia do São Francisco, um aumento na duração da estação úmida. Isso possibilitou a expansão da vegetação arbórea. Por outro lado, no período de mínima inclinação, o aumento da duração da estação seca resultou em uma diminuição do número de árvores e na expansão da vegetação de tipo savânica ou campestre na região”, informa Chiessi.

Alterações similares àquelas que ocorreram na circulação atmosférica tropical durante os períodos de mínima inclinação do eixo da Terra são projetadas nas simulações de aquecimento global para o fim do século 21. Assim como nas variações induzidas por modificações na inclinação do eixo da Terra, as mudanças climáticas antrópicas podem alterar a duração da estação seca em diversas regiões do globo. “Na maior parte da bacia do rio São Francisco as projeções indicam aumento na duração e intensidade da estação seca. Tal cenário pode levar, conforme registrado no passado geológico, a uma marcante diminuição da cobertura arbórea do Cerrado”, enfatiza Chiessi.

Anúncios

A compreensão de como os ecossistemas se adaptaram às variações do passado fornece uma perspectiva de longo prazo sobre a magnitude e os aspectos espaciais e temporais das mudanças ecológicas em curso.

O artigo Changes in obliquity drive tree cover shifts in eastern tropical South America pode ser acessado em: www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0277379122000336?dgcid=coauthor.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

A arrecadação do ISS na região Nordeste foi a que mais caiu em 2020

Estudo aponta que São Luís foi a única capital da região onde houve crescimento na receita de ISS em 2020, comparada à de 2019

Anúncios

Levantamento do anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, aponta que a arrecadação do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) nos municípios do Nordeste em 2020 teve a maior baixa no país, com 4,6% a menos que em 2019, já considerando a inflação medida pelo IPCA. O estudo, que analisa diversos outros itens da receita e da despesa das cidades, é iniciativa da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), com patrocínio da Huawei e da Tecno It.

Entre os 24 municípios da região destacados na publicação, Olinda (PE) foi o que teve declínio mais acentuado, com 18,8% a menos na arrecadação do imposto naquele período. Em seguida, Teresina, capital do Piauí, sofreu uma queda de 15,2%. Imperatriz (MA) e Nossa Senhora do Socorro (SE) tiveram retrações de 13,1% em suas receitas de ISS.

A cidade analisada que mais arrecadou com o imposto foi Salvador (R$), com R$ 1,16 bilhão, seguida por Fortaleza (CE), com R$ 853,2 milhões, e Recife (PE), com R$ 821,1 milhões. Apesar dos elevados montantes, as três capitais tiveram baixa comparada a 2019, de -2,7%, -8,6% e -12,2%, respectivamente.

Os destaques também ficam por conta das cidades estudadas que aumentaram as arrecadações de ISS. Em Caucaia (CE), o crescimento foi de 11%, passando de R$ 39 milhões em 2019 para R$ 43,3 milhões em 2020. Arapiraca (AL) foi outro município que expandiu o recolhimento do tributo, com alta de 9,5%, passando de R$ 26,6 milhões para R$ 29,1 milhões.

Entre as capitais nordestinas, somente São Luís (MA) registou expansão no ISS, com variação de 3,1%, sendo que sua receita passou de R$ 569,8 milhões, em 2019, para R$ 587,2 milhões, em 2020. Com relação à falta do dado de Natal (RN) para 2019, Tânia Villela, economista responsável pelo levantamento, explica que até a data do levantamento dos dados para o anuário, a informação da capital potiguar não estava disponível no sistema da Secretaria do Tesouro Nacional, principal fonte para o estudo. “Atualmente, já é possível ver que também a receita de Natal teve queda nesse mesmo período, uma vez que o valor registrado no balanço do município é de R$ 384 milhões, a preços correntes”, disse.

RANKING – RECEITA DE ISS DAS CIDADES SELECIONADAS NO NORDESTE

Anúncios

Brasil: impactos econômicos diferenciados da pandemia no território nacional

 Com a crise sanitária e econômica causada pela pandemia da Covid-19, a arrecadação do ISS sofreu queda de 2,9% em 2020. Isso porque a pandemia afetou fortemente os serviços, a principal atividade econômica do Brasil, com baixa de 4,5% no Produto Interno Bruto (PIB) do setor, a maior de sua série histórica iniciada em 1996.

As grandes cidades foram as que mais sentiram os efeitos da pandemia no recolhimento do ISS em 2020. Nos municípios com mais de 500 mil habitantes, a perda média foi de 3,8%. Nas capitais e entre as 106 cidades selecionadas por Multi Cidades, o avanço médio ficou em 2,7% e 3,6%, respectivamente. Já os municípios com menos de 100 mil habitantes apresentaram alta média de 0,9%.

Tânia Villela, economista e editora da publicação, analisa que do ponto de vista geográfico, é possível verificar uma clara diferenciação do comportamento do ISS entre as regiões do país. Enquanto o recolhimento cresceu no Norte (3,1%) e no Centro-Oeste (1,8%), o Nordeste apontou o declínio mais acentuado, de 4,6%. O Sul e o Sudeste também fecharam o ano em decréscimos, de 3,9% e 3%, respectivamente. “Essa heterogeneidade espelha os impactos econômicos diferenciados da pandemia no território nacional”, pontua Tânia.

Anúncios

Primeiro semestre de 2021

Conforme observado, a arrecadação de ISS fechou o ano de 2020 com diminuição real de 2,9% e a redução no recolhimento ocorre a partir de abril, se estendendo até junho, quando atinge seu nível mais baixo. A partir de então, o montante coletado assume comportamento estável, condição que perdura até fevereiro de 2021. Os sinais de crescimento surgem em março e se prolongam até junho, quando o nível de captação alcança o mesmo patamar pré-pandemia, com tendência ascendente.

Assim, o volume de ISS do conjunto dos municípios fechou o primeiro semestre de 2021 com alta de 11,3%, quando comparado com igual período do ano anterior. Em relação ao primeiro semestre de 2019, período sem os efeitos da pandemia, a taxa de aumento foi de 5,2%.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Nordestino faz história e se classifica à decisão brasileira de maior torneio global de LOL

Aos 19 anos, João ‘Biologia Show’ Gomes é o mais novo e também o primeiro representante da região em finais do Red Bull Solo Q

Anúncios

Maior torneio global de LOL x1 aos amadores, o Red Bull Solo Q chega à grande decisão nacional. No próximo dia 20, quatro players vão se encontrar presencialmente nos estúdios da Riot Games, em São Paulo, para definir quem ficará com o troféu da competição. E entre os finalistas, um deles chama bastante atenção: o paraibano João Gomes.

Aos 19 anos de idade, o estudante de Engenharia Biomédica não se destaca apenas por ser o mais jovem competidor, mas também por ser o primeiro da região nordeste a se classificar à final neste novo formato do campeonato.

“Dá uma sensação boa. Além disso, pelo fato de ser o primeiro do Nordeste, eu tive muito apoio dos meus amigos e familiares. Isso é realmente muito legal, me dá mais vontade de ganhar. Sobre ser o mais novo, eu não sei se muda muita coisa. Talvez eu possa surpreender? Espero que sim, mas, creio que todos os competidores são fortes”, afirma. 

Anúncios

Estreante no Red Bull Solo Q, mas jogador de LOL desde 2014, João Gomes já enfrentou diversos streamers e pro-players famosos, como Titan, Baiano e Pijack. Na grande decisão, o jovem ainda carrega um apoio especial no nick: ‘Biologia Show’ é uma referência ao canal de Youtube do seu pai, Evandro.

“Ele sempre me deu muito apoio e o considero um ser incrível, alguém inspirador. Eu tenho muita sorte de pertencer a essa família. Mesmo distante, eu sei que eles vão estar me apoiando e torcendo por mim. Eu ainda preciso explicar um pouco sobre o jogo a eles, mas, pela minha reação no ao vivo, eles vão compreender se estou ganhando ou não (risos). Espero honrar o nome. Cheguei até a fase final, então, sou capaz de ser o vencedor”, completa. 

Anúncios

GRANDE DECISÃO

Com mais de 2 mil inscritos, o maior torneio de LOL x1 para amadores chega à decisão. O paraibano João ‘Biologia Show’ Gomes, o carioca Eduardo ‘Tadalol’ Uemura, o catarinense Luigi ‘Cavalo humano’ Conte e o paulista Felipe ‘BF’ Gonçalves se conectam ao servidor brasileiro para encarar a final nacional do Red Bull Solo Q no próximo dia 20, a partir das 13h (horário de Brasília).

Com transmissão ao vivo pela Twitch (https://www.twitch.tv/redbullpt) e TikTok (https://www.tiktok.com/@redbullbr), além da presença de casters da Riot Games, a competição promete grandes emoções. Por meio de sorteio, os quatro finalistas serão divididos nas duas semifinais, cujos embates vão ocorrer em MD5 (melhor de cinco jogos). Os dois melhores garantem vaga à final, que será disputada em MD7 (melhor de sete jogos). O grande campeão irá faturar o título brasileiro de melhor amador de LOL x1, troféu personalizado e outras premiações especiais.

Anúncios

O modo de jogo do Red Bull Solo Q é o x1, com blind pick. Vence aquele que derrotar os adversários por first blood, creep (minion) score de 100 ou ao destruir a torre do adversário. Em 2021, o Red Bull Solo Q conta com a parceria da Riot Games, Adidas, Aorus e apoio da AOC e Steelseries. 

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Prêmio Rodrigo: conheça as ações selecionadas para a fase final

Foram selecionadas 124 ações para a etapa nacional. Os vencedores serão anunciados no dia 17 de dezembro.

Anúncios

Os candidatos ao 34º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade já podem conferir a lista provisória de finalistas, divulgada na última terça-feira (09). Das 435 ações inscritas, 124 seguem para a etapa nacional do maior concurso voltado para a valorização do Patrimônio Cultural Brasileiro.

O certame é promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia federal vinculada à Secretaria Especial da Cultura (Secult) e ao Ministério do Turismo (MTur), e contemplará 12 ações em todo o país. São dez prêmios de R$ 20 mil e duas menções honrosas.

Anúncios

Os interessados em interpor recursos contra o resultado da etapa estadual têm cinco (05) dias úteis, a partir do dia seguinte à publicação da lista provisória de selecionados no site do Iphan. Os recursos devem ser encaminhados por e-mail, conforme o modelo disponível no Anexo V do edital, para o endereço:premio.prmfa@iphan.gov.br.

As iniciativas selecionadas na etapa estadual serão analisadas pela Comissão Nacional de Avaliação, formada pela presidência do Iphan e por 20 jurados que atuam nas áreas de preservação e salvaguarda do Patrimônio Cultural. O resultado final está previsto para o dia 17 de dezembro.

Anúncios

O Prêmio Rodrigo

O concurso premia iniciativas de preservação e salvaguarda do Patrimônio Cultural Brasileiro que mereçam registro, divulgação e reconhecimento público devido sua originalidade, vulto ou caráter exemplar. Confira os vencedores das edições anteriores.

As ações selecionadas são divididas em duas categorias. A primeira contempla ações que envolvem a integração entre as dimensões material e imaterial do patrimônio cultural – com resultados relativos aos anos de 2019 e 2020.

A segunda é direcionada a iniciativas de preservação e salvaguarda do patrimônio cultural adaptadas ao contexto da pandemia, por meio de recursos tecnológicos de comunicação e difusão da informação – com resultados relativos ao ano de 2020.

Anúncios

Cada uma das categorias possui seis segmentos:

Segmento I: Poder Público: administração pública direta e indireta municipal,

estadual e federal;

Segmento II: Cooperativas e associações formalizadas;

Segmento III: Redes e coletivos não formalizados;

Segmento IV: Pessoas Físicas;

Segmento V: Micro Empreendedor Individual (MEI) e Microempresa (ME);

Segmento VI: Demais Fundações ou Empresas Privadas, exceto Micro

Empreendedor Individual (MEI) e Microempresa (ME).

Anúncios

Histórico do Prêmio

O nome da premiação homenageia o advogado, jornalista e escritor Rodrigo Melo de Franco de Andrade, nascido em 1898, em Belo Horizonte (MG). No período entre 1934 e 1945, quando Gustavo Capanema era ministro da Educação, Rodrigo fez parte do grupo de intelectuais e artistas herdeiros da Semana de 1922, quando se tornou o maior responsável pela consolidação jurídica do tema Patrimônio Cultural no Brasil. Em 1937, esteve à frente do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sphan), atual Iphan, o qual presidiu por 30 anos.

Resultado provisório da etapa estadual

Mais informações sobre o Prêmio

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Profissionais de educação participam de capacitação sobre prevenção e controle do coronavírus nas escolas

Nesta quarta-feira (18), a partir das 14h, gestores escolares, professores e demais profissionais de educação poderão acompanhar uma capacitação online e gratuita sobre “Água, Saneamento e Higiene” e “Prevenção e Controle de Infecções” nas escolas. O objetivo da atividade é apoiar profissionais na implementação de protocolos sanitários para a prevenção da covid-19 no retorno às aulas presenciais nos estados nordestinos. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no link https://bit.ly/3lhCL5U. O evento será realizado pela plataforma Zoom e também terá transmissão ao vivo pelo YouTube da AVSI Brasil.

Anúncios

A capacitação é uma das ações do projeto “Resposta à covid-19”, realizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e AVSI Brasil. Em maio, foi iniciado um trabalho nos estados de Pernambuco, Bahia e Ceará para apoiar a gestão municipal na continuidade dos serviços essenciais às crianças e adolescentes nas áreas de saúde e educação, com foco especial em garantir um retorno seguro às escolas.

O projeto já beneficiou 280 escolas e 62 unidades básicas de saúde (UBS) de 39 municípios desses estados, incluindo as capitais e cidades da região do Semiárido, com ações de informação, capacitação e engajamento de autoridades, profissionais de saúde e educação, pais, alunos e lideranças sociais. Foram distribuídos também kits de higiene e saúde (incluindo, em algumas cidades, lavadores de mãos) e materiais educativos.   

O retorno seguro às aulas presenciais envolve um processo de mobilização e conscientização coletiva, em que as escolas devem se preparar, os profissionais de saúde e educação precisam ser treinados e pais, alunos e comunidade precisam receber orientação adequada para que se sintam seguros. “Essa força-tarefa é fundamental para que seja possível reduzir o impacto da pandemia na vida de crianças e adolescentes. Com esse objetivo, junto com nossos parceiros, atuamos nesse suporte aos municípios”, destaca Dennis Larsen, chefe do UNICEF para o Semiárido.

Cresce o número de ocorrências relacionadas a queimadas próximas à rede elétrica no Maranhão

O clima da região Nordeste é bem diversificado, contudo, a maioria dos estados são caracterizados por temperaturas elevadas e clima seco durante quase todo o ano. No Maranhão, o segundo semestre é marcado pela estiagem, devido ao fim do período chuvoso. É nessa época que as queimadas se tornam práticas comuns, principalmente em áreas da zona rural, para fins de utilização na agricultura e na pecuária.   

Anúncios

No entanto, essa atividade pode oferecer diversos malefícios, tanto para a natureza quanto para a saúde da população. Além de ocasionar incêndios florestais, poluição do ar, e aquecimento global, elas podem também interromper o fornecimento de energia elétrica, trazendo diversos transtornos para os cidadãos. Por isso, a Equatorial Maranhão faz um alerta para os riscos de queimadas próximas da rede de energia elétrica.  

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), de janeiro a junho deste ano, foram registrados quase 2 mil focos de incêndios no Maranhão, o que representa um aumento de 53,68% em relação ao mesmo período do ano passado. Somente no mês de junho, foram registrados 976 focos de queimadas espalhadas pelo estado. O boletim de monitoramento de queimadas realizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), identificou que, dos dias 16 a 30 de junho de 2021, 92,3% dessas ocorrências se deram somente na região do Cerrado, área que possui uma grande quantidade de vegetação.  

Um levantamento da Equatorial Maranhão indicou que, no primeiro semestre de 2021 foram registradas 370 ocorrências relacionadas a incêndios e queimadas próximas à rede elétrica no estado. Essas ocorrências prejudicaram o fornecimento de energia de vários clientes. No total, de janeiro a junho de 2021, 74.561 clientes tiveram sua energia interrompida, um aumento de 87,5% em relação ao mesmo período de 2020, ano em que foram identificadas 39.759 ocorrências de falta de energia no semestre, com a mesma causa. Apenas no mês de maio, 26.814 clientes foram afetados.  

Anúncios

Em 2021, as cidades com maior ocorrência de queimadas próximo à rede elétrica foram: São Luís (103 ocorrências), Feira Nova do Maranhão (38 ocorrências) e São José de Ribamar (23 ocorrências). Imperatriz e Caxias se encontram no ranking dos 10 municípios com maior quantidade de acidentes envolvendo queimadas, ocupando a 7ª e 10ª posição respectivamente.  

Ranking dos 10 municípios com maiores índices de acidentes envolvendo fogo em 2021     Quantidade de Ocorrências  
SÃO LUÍS  103  
FEIRA NOVA DO MARANHÃO  28  
SÃO JOSÉ DE RIBAMAR  23  
SANTO AMARO DO MARANHÃO  17  
PAÇO DO LUMIAR  16  
PRIMEIRA CRUZ  13  
IMPERATRIZ  12  
SÃO PEDRO DOS CRENTES  10  
CAROLINA  9  
CAXIAS  9  

O executivo de obras e Manutenção da Equatorial Maranhão, Danilo Arrais, explica que as queimadas causam inúmeros transtornos. “As queimadas próximas às redes de distribuição, causam grandes transtornos à população, podendo ocorrer problemas no fornecimento de energia elétrica, em circuitos urbanos e rurais. Afim de mitigarmos os problemas causados pelas queimadas, a Equatorial executa sistematicamente a limpeza das faixas de servidão e podas das vegetações”.  

Anúncios

Diante disso, a Equatorial Maranhão elenca algumas orientações importantes de como evitar queimadas, e garantir a segurança de todos durante esse período: 

  • Não faça queimadas próximo da rede elétrica;  
  • Tenha atenção ao descartar fósforos e cigarros acesos às margens de rodovias ou próximo a qualquer tipo de vegetação, pois uma pequena faísca pode provocar um grande incêndio;  
  • Não acenda velas nem fogueiras próximos à vegetação mais seca;  
  • Não faça queimadas para limpar pastagens ou plantio agrícola;  
  • Procure fazer “aceiros” no terreno, eles ajudam a controlar o fogo em caso de acidentes.  

Outras orientações: Ao presenciar riscos de incêndios próximos da rede elétrica, a Equatorial Maranhão deve ser acionada imediatamente pela central 116. Além disso, quando o fogo estiver atingido uma rede elétrica energizada, as pessoas não devem se aproximar e o Corpo de Bombeiros deve ser chamado urgentemente.  

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão