Arquivo da tag: Novembro Azul

Novembro Azul: Tecnologia atua na prevenção do câncer de próstata  

Solicitação de biópsia para detectar a doença aumentou 9% em um ano; monitoramento inteligente impacta diretamente na detecção inicial do problema 

Anúncios

Entre 2020 e 2021 o número de solicitações de exames para detectar câncer de próstata cresceu 9% no Brasil, passando de 31.888 para 34.673 biópsias, segundo o Ministério da Saúde – houve também aumento no total de mortes, que passou de 15.983 em 2020 para 16.055 no ano seguinte, resultando em 44 óbitos por câncer de próstata por dia. Ao mesmo tempo, dados do órgão brasileiro de saúde apontam que 31% dos homens ainda não têm o hábito de ir ao médico. 

Ricardo Ramalho, sócio e diretor de operações da Axenya, healthtech que coordena planos de saúde corporativos de ponta a ponta, explica que culturalmente os homens associam o consultório médico a um lugar de crianças, mulheres, idosos e pessoas fragilizadas, o que prejudica os cuidados preventivos.  

Anúncios

Uma das formas de garantir o acompanhamento recorrente é por meio da tecnologia. A Axenya, por exemplo, usa inteligência artificial para aumentar a eficiência da prestação de cuidados com a saúde, fazendo com que o paciente consiga ter o diagnóstico logo no início da doença, o que aumenta em 90% as chances de cura. Isso é feito por meio de um monitoramento inteligente, que analisa indicadores como a idade do paciente e o chamado nível de Antígeno Prostático Específico (PSA), utilizados pelas sociedades médicas e Ministério da Saúde para diagnosticar o câncer de próstata. 

A startup cruza dados de exames de rastreamento para câncer com informações de utilização do plano de saúde. Quando as taxas de realização dos exames são baixas, a Axenya realiza uma intervenção com campanhas direcionadas a públicos específicos – quando a não realização de exames é pontual, é feito um contato com os pacientes para entender a situação. 

Anúncios

“Os médicos têm tempo reduzido e só podem medir sinais nos limites do consultório ou laboratório. Eles perdem o controle do paciente no minuto em que ele sai do consultório”, afirma Ramalho. “É importante que o monitoramento remoto seja recorrente”. 

Em pesquisa realizada com 8.000 vidas atendidas pela Axenya, cerca de 50% dos homens em idade de risco realizaram exames preventivos nos últimos 12 meses.  

Sobre a Axenya

Fundada em 2020, a healthtech Axenya usa inteligência artificial para coordenar carteiras de saúde corporativa de ponta a ponta, alinhando interesses de empresas, planos de saúde e pacientes em um único serviço. Por meio do monitoramento tecnológico, a empresa diminui a sinistralidade dos planos de saúde nas empresas, ao mesmo tempo em que promove saúde e bem-estar para os funcionários. Em julho de 2021, recebeu aporte de gestoras como big_bets, Igah Ventures e Alexia Ventures e, em agosto de 2022, anunciou fusão com a corretora HealthCO. Hoje, a Axenya atende cerca de 50 mil vidas e pretende chegar a R$ 25 milhões em faturamento em 2023.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Novembro Azul: incontinência e alterações na urina podem estar relacionadas ao câncer de próstata

No mês de conscientização do cuidado com a saúde masculina, é importante lembrar que quanto mais precoce o diagnóstico, maior é a chance de cura

Anúncios

De acordo com dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer) e da Sociedade Brasileira de Urologia, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, isto significa que, a cada 38 minutos devido à doença, um homem morre no Brasil. Até o final de 2022, estima-se que haverá cerca de 65.840 novos casos de câncer de próstata.

A campanha “Novembro Azul” tem como objetivo alertar para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, o mais frequente entre os homens brasileiros depois do câncer de pele. Além disso, a ação traz um alerta que visa promover uma mudança nos hábitos masculinos, mostrando a importância da realização de consultas e de exames de rotina. É indispensável que os homens tenham atenção na saúde integralmente e não somente em novembro, ter um resultado precoce e investigar doenças que por sua vez, podem estar presentes, porém de forma silenciosa.

Anúncios

Muitas pessoas não sabem, mas é preciso prestar atenção em alguns sintomas, que podem ser alertas no diagnóstico do câncer de próstata. Como:

  • Dificuldade de urinar;
  • Diminuição do jato urinário;
  • Necessidade de urinar mais vezes durante a noite ou dia;
  • Sangue na urina;
  • Sensação de esvaziamento incompleto;

“Diferente da mulher, o homem só vai apresentar incontinência urinária após intervenção relacionada à próstata como na prostatectomia radial ou nas Ressecção Transuretral da próstata (RTU de próstata), que é menos frequente. A incontinência urinária pós-intervenção da retirada da próstata também é passível de tratamento de modo conservador com treinamento da musculatura de assoalho pélvico”, explica Michele Brajão, enfermeira estomaterapeuta e coordenadora da clínica ConvaCare.

Anúncios

De acordo com o Ministério da Saúde, quase um terço (31%) dos homens brasileiros não têm o hábito de ir aos serviços de saúde para fazer check-up e buscar auxílio na prevenção de doenças. Esse é um número muito alto, por isso, é preciso alertar sobre a importância de procurar um médico ao menos uma vez ao ano.

Fazer os exames de rotina é sempre o melhor caminho, já que na fase inicial, a maioria dos pacientes não apresentam sintomas, tendo em vista que o câncer de próstata tem uma evolução silenciosa. Afinal, quanto mais precoce for o diagnóstico, maior é a chance de cura.

O diagnóstico

Anúncios

De acordo com o INCA, o diagnóstico é realizado a partir do exame de sangue (PSA) e do toque retal, e é recomendado a partir dos 45 anos ou aos 40 anos para os afrodescendentes e para quem tem histórico de câncer de próstata na família. O tratamento será definido após a confirmação do tumor pela biópsia. 

Ainda assim, o câncer de próstata diagnosticado precocemente representa 95% de chance de cura. Outro aspecto, são as campanhas que trazem um alerta a todos os homens, esposas, filhos, irmãos para a lembrar seus entes queridos que é importante uma consulta anual com um urologista.

Sobre a ConvaCare

Anúncios

A ConvaCare é um centro internacional de excelência no tratamento e reabilitação de pessoas com feridas, estomias e incontinência urinária. A rede Convacare possui 10 anos de experiência na América Latina, adquirida na atuação de suas oito clínicas, tendo realizado mais de 2 k atendimentos com uma gama de benefícios clínicos e econômicos, incluindo a prevenção de infecções, proteção de uma pele em risco, melhora dos resultados de pacientes e redução dos custos totais de tratamento. . No Brasil, a clínica matriz está localizada na zona sul da capital paulista, que foi a primeira de um projeto de expansão que já possui uma filial em Belo Horizonte, ainda, há a implantação de cinco clínicas no país nos próximos 3 anos. Saiba mais em: https://clinicaconvacare.com.br/

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Novembro Azul: Exame de Próstata e o Tabu Masculino

O câncer de próstata e a realização de seu exame é ainda um tabu entre os homens. De acordo com informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a cada 38 minutos um homem morre de câncer de próstata no Brasil. Somente em 2018, 15.576 pessoas morreram com a doença e a expectativa é que o número de novos casos diagnosticados triplique. 

Anúncios

Para começar, aos que desconhecem, o câncer que acontece na próstata é o segundo que mais acomete homens e alguns fatores de risco podem contribuir para o desenvolvimento da doença, dentre eles:

• Histórico familiar: pai, irmão, tio

• Idade elevada (acima de 50 anos)

• Excesso de gordura

• Tabagismo e excesso de álcool

Um dos grandes impasses do câncer de próstata, é que semelhante a outras doenças, ele não apresenta sintomas evidentes em estágio inicial. De toda forma, podem ser sinais de câncer de próstata: dificuldade em urinar ou a necessidade de urinar mais vezes, dor óssea, presença de sangue na urina e/ou sêmen. Em estágio avançado, o câncer de próstata pode resultar, por exemplo, em insuficiência renal.

Anúncios

Quando o diagnóstico do câncer de próstata é feito na fase inicial, as chances de cura chegam a 90%. Mas se já estiver em um estágio bem avançado, a porcentagem cai para 10%. 

É muito raro a doença acometer pacientes mais jovens, mas pode acontecer. A estimativa é de menos de 0,5% da população masculina abaixo dos 40 anos. 

A consultora e especialista em sexualidade, Roberta Pavon, conta que muitos homens apresentam uma certa resistência quando se trata de realizar o exame de próstata. Entre outros fatores, esse comportamento pode estar relacionado a aspectos sócio-culturais, como falta de conhecimento, medo e preconceito em relação ao exame de toque retal, como se fosse afetar a masculinidade.

Anúncios

“O exame de toque é indolor e absolutamente normal e não afeta a sexualidade de ninguém. Contudo, se você se sentir muito constrangido, vale a pena conversar com pessoas próximas que já fizeram esse procedimento para se tranquilizar.” esclarece Roberta.

Quebrar tabus é fundamental para ajudar a reverter o atual cenário da doença, que provoca a morte de cerca de 15 mil homens por ano no Brasil. Muitas dessas vidas provavelmente teriam sido salvas com o diagnóstico precoce, foco central da campanha do Novembro Azul, que visa conscientizar os homens e estimulá-los a se cuidarem, pois o índice câncer de próstata pode ser curável quando descoberto nas fases iniciais. 

Não há uma forma específica de prevenção do câncer de próstata. O importante é adotar um estilo de vida saudável, o que contribui para prevenir o surgimento de vários tipos de cânceres e outras doenças. Isso inclui:

Anúncios

  • Alimentação saudável (rica em frutas, verduras, legumes, grãos, cereais integrais e menor quantidade de gordura, principalmente animal);

  • Atividade física regular (fazer no mínimo 30 minutos diários);

  • Manter o peso adequado para a altura;

  • Identificar e tratar adequadamente hipertensão, diabetes e problemas de colesterol;

  • Não fumar e não ingerir álcool em excesso;

  • Dormir bem;

  • Cuidar da saúde mental;

  • Fazer sexo seguro.

Anúncios

“Muitos homens ainda possuem preconceito com relação ao exame de toque devido ao pensamento consciente coletivo. Precisamos quebrar esse tabu e entender a importância do pré-diagnóstico, que pode salvar muitas vidas.” finaliza Roberta Pavon.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Novembro Azul: a próstata dos cães também deve ser cuidada

A Campanha Novembro Azul é uma campanha muito importante que alerta homens sobre os problemas do câncer de próstata. Dentre os animais, os problemas da próstata também podem aparecer. Mais de 90% das doenças prostáticas poderiam ser evitadas se fosse feita a castração no primeiro ano de vida. Quando adultos, onde a próstata tem tamanho normal ou aumentada, a redução da próstata já se inicia em algumas semanas. O Novembro Azul vem justamente alertar sobre a importância da prevenção contra doenças da próstata como também da castração.

Anúncios

Os animais não castrados, principalmente aqueles que já avançaram na idade, também estão sujeitos a desenvolverem complicações com a próstata, afirma a equipe de oncologia do Vet Quality Centro Veterinário 24h. Isso pode acarretar à formação de cistos, abscessos e até neoplasia, sendo mais frequente a Hiperplasia Prostática Benigna, ou HPB. Sabe-se que quanto mais avançada a idade, maiores as chances de desenvolver tal doença, podendo chegar até a 80% de chances em cães mais sêniores. Mas, mesmo assim, a progressão da HPB pode causar muitos desconfortos ao macho, como dificuldade em urinar (jatos finos), sangue na urina, dor na hora de evacuar e desconforto na região pélvica, podendo ocasionar que o animal ande com a coluna curvada. Porém, diferente dos humanos, a evolução para um tumor maligno é mais baixa.

Mas como saber se meu animal pode ter desenvolvido problemas com a próstata?

Se o animal não é castrado, é altamente recomendado que se observe seu comportamento. Um dos procedimentos é fazer a palpação para verificar se a próstata está aumentada. Com isso, são realizados exames de ultrassom ou RX abdominal, além de exames de sangue, para verificar se há realmente observação de próstata alterada.

Anúncios

Existe tratamento para isso?

A melhor recomendação, sem dúvidas, é a cirurgia de castração para remoção. Da mesma forma, a castração de machos é a forma mais eficaz de prevenir a doença de próstata em cães.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Novembro Azul: câncer de próstata afeta 1 a cada 6 homens

Devido à alta incidência da doença, é fundamental a realização de check-up anual para diagnóstico precoce e maior chance de cura

Anúncios

O câncer de próstata é a segunda doença maligna mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele. A boa notícia é que, quando diagnosticado ainda em fase inicial, isto é, restrito aos limites da próstata, a probabilidade de cura fica acima de 90%. Por isso, o mês de novembro é dedicado a relembrar os homens sobre a importância do exame de rotina.

De acordo com o urologista do Hcor, Dr. Antonio Corrêa Lopes Neto, a idade ideal para iniciar o check-up pode ter uma pequena variação. “Em geral, o recomendado é que homens comecem a realizar os exames a partir dos 50 anos. No entanto, caso haja histórico da doença na família, recomendamos antecipar para 40-45 anos. Da mesma forma, indivíduos da raça negra devem se preocupar mais precocemente também”, orienta.

Anúncios

Para verificar a saúde da próstata, o médico pode solicitar três exames: dosagem do PSA no sangue (um biomarcador de câncer), exame de toque prostático e, eventualmente, ressonância da próstata. “Habitualmente, a neoplasia de próstata não apresenta sinais em uma fase inicial. Por isso, sempre explicamos para os homens que a ausência de sintomas não exclui a possibilidade de ser portador dessa doença. Apenas com os exames é que poderemos avaliar adequadamente”, alerta o Dr. Neto.

Havendo suspeita da doença a partir do check-up realizado, o médico solicita a biópsia da próstata, para verificar se há malignidade e avaliar a melhor conduta para combater o câncer. “Atualmente, existem excelentes opções de tratamento para todos os estágios da doença. O avanço tecnológico e o melhor conhecimento da anatomia prostática resultaram em cirurgias menos mórbidas, com menores complicações e ótimos resultados oncológicos-funcionais. A radioterapia também passou por uma grande evolução e apresenta bons resultados com poucas complicações. Hoje, também contamos com uma grande variedade de medicamentos eficientes, principalmente para doenças mais avançadas”, explica o especialista.

Anúncios

Impacto da pandemia

Durante a crise sanitária da Covid-19, houve uma grande redução na realização de exames de rotina, entre eles o de dosagem de PSA no sangue. Na comparação com janeiro a setembro de 2019, o Hcor registrou uma redução de quase 30% em 2020 e de mais de 7% em 2021. Apenas neste ano é que a instituição apresentou um crescimento de cerca de 5%, comparado ao mesmo período de 2019.

“Ao postergar a realização do check-up, aumenta-se a chance de diagnosticar o câncer já em estágio mais avançado. O ideal é que os exames sejam realizados todos os anos, a partir da idade recomendada pelo médico. A coleta do sangue para a dosagem de PSA, por exemplo, pode ser realizada até mesmo na própria residência do paciente”, ressalta o Dr. Neto.

Anúncios

Alerta vermelho

Ainda que o câncer de próstata não apresente sintomas em estágios iniciais, devido ao atraso na realização de exames ocasionado pela pandemia de Covid-19 e ao constrangimento dos homens em realizar o exame de toque prostático, podem ser percebidas algumas alterações, como:

  • Ardência ou dor ao urinar;
  • Micção frequente;
  • Gotejamento de urina após micção;
  • Fluxo urinário fraco ou interrompido;
  • Vontade de urinar frequentemente à noite (Nictúria);
  • Sangue na urina ou no sêmen;
  • Disfunção erétil;
  • Dor no quadril, costas, coxas, ombros ou outros ossos;
  • Fraqueza ou dormência nas pernas ou pés.
Anúncios

“Ao notar qualquer mudança é necessário procurar um médico para realizar os exames adequados e descobrir a causa. Quanto antes o problema for diagnosticado, maiores serão as chances de cura e menores serão os impactos na qualidade de vida”, finaliza o urologista do Hcor, Dr. Antonio Corrêa Lopes Neto.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Baixe grátis e-book com orientações sobre câncer de próstata

Entidade filantrópica Pró-Saúde disponibiliza conteúdo para ser compartilhado em celular

Anúncios

Pró-Saúde, uma das maiores entidades filantrópicas de gestão de serviços hospitalares do país, está disponibilizando para download gratuito um e-book com orientações sobre como identificar e prevenir o câncer da próstata.

A ação faz parte da campanha Novembro Sempre Azul, em que a entidade busca conscientizar os homens para realizar o exame preventivo.

Além das orientações, o e-book contém respostas do médico urologista Cassiano Barbosa, diretor Técnico do Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá, sobre as principais dúvidas das pessoas em relação ao câncer de próstata.

Anúncios

O e-book foi desenvolvido para plataformas digitais, principalmente celulares e smartphones. A ideia é que as pessoas possam compartilhar o conteúdo com facilidade.

Para baixar o e-book Novembro Sempre Azul, basta clicar aqui .

A campanha Novembro Sempre Azul é sequência da Outubro Sempre Rosa, quando a Pró-Saúde também disponibilizou um e-book com orientações e informações sobre a prevenção ao câncer de mama, voltado para mulheres, que você pode fazer o download clicando aqui.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Novembro Azul acende alerta sobre condições genéticas e prevenção

Professor de ciências biológicas explica a relação entre os casos de câncer de próstata e a condição genética, além de como é possível se prevenir por meio de exames de painel

Anúncios

Segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata representa 29% dos diagnósticos em homens no Brasil, sendo o segundo tipo mais comum na população masculina. Ainda de acordo com o instituto, no triênio de 2020 a 2022, existe uma estimativa de 65.840 novos casos. Um dos principais fatores de risco para o surgimento do câncer de próstata é a idade, onde o risco de morte também é maior a partir dos 50 anos. 

Outros fatores podem contribuir como condições genéticas e hereditárias, quando já ocorreram casos na família. Além disso, a pandemia também afetou a prevenção, já que milhares de pessoas deixaram de ir ao médico durante o período de isolamento para evitar o contágio. Segundo o Radar do Câncer, idealizado pelo Oncoguia e CliqueSUS, o número de biópsias realizadas pelo sistema público de saúde apresentou uma queda de 38,22% entre março e dezembro de 2020, comparado ao mesmo período de 2019. O número de exames PSAs (Dosagem de Antígeno Prostático Específico) realizados pelo SUS diminuiu 29,04%. Especialistas da área oncológica afirmam que esta redução nos diagnósticos terão um impacto muito negativo, já que muitos deixaram de identificar a doença em seus estágios iniciais. 

Anúncios

Assim como outros tipos de câncer, o de próstata precisa de uma prevenção para evitar seu avanço e até mesmo surgimento, já que as fases iniciais costumam não apresentar grandes sinais, o que pode prejudicar o tratamento. Para auxiliar na compreensão do tema, o professor de ciências biológicas, Euclides Matheucci, alerta sobre as condições genéticas que contribuem para o desenvolvimento do câncer de próstata. Euclides também é diretor científico da DNA Consult, laboratório de biotecnologia.

Uma das modalidades oferecidas pelo laboratório é o exame de painel genético. Diferente do mapeamento genético, o exame de painel é utilizado para analisar uma relação limitada de genes e geralmente serve como um recurso adicional ao diagnóstico de condições clínicas diversas. “Quando falamos em saúde, a prevenção sempre é o caminho mais assertivo, tanto para homens, quanto mulheres. A realização de um painel genético de câncer de próstata pode trazer uma leitura do DNA que indique propensão ao câncer”, explica Euclides

“Essa análise contribui para um diagnóstico mais assertivo e, quando associado a outras condições clínicas, pode indicar a propensão à ocorrência do câncer. Uma vez identificado um possível fator genético associado à doença, é possível que os filhos também possam contar com essa condição genética. Essa validação pode ser feita por meio do sequenciamento do gene que apresenta o padrão de risco, técnica mais direcionada e que demanda menor investimento”, complementa

Um dos grandes desafios das campanhas de Novembro Azul, por parte do setor de saúde público e privado, é conseguir criar uma conscientização para um acompanhamento e realização de exames periódicos. “O câncer de próstata é muitas vezes visto como tabu, seja por negligência, medo e desconhecimento em relação aos exames preventivos. Como os exames de painel analisam condições genéticas e a sua realização é simples, com a coleta de amostra na bochecha do paciente, eles podem ser usados como uma estratégia para incentivar a prevenção”, afirma o especialista.

Euclides ainda explica a importância da realização do exame, que serve tanto para prevenção como também um complemento de outras avaliações. “O paciente pode optar pelo painel genético de forma preventiva para identificar predisposição a condições clínicas variadas, como pode usar para complementar diagnósticos clínicos, caso já tenha apresentado outros sintomas relacionados à doença analisada”, conclui. 

Anúncios

Além da identificação de condições clínicas que influenciam no aparecimento do câncer de próstata, o exame de painel também serve para avaliar fatores genéticos em casos de câncer de mama, triagem neonatal (teste do pezinho) e alguns distúrbios do neurodesenvolvimento, como autismo. 

Sobre a DNA Consult

A DNA Consult é uma empresa de biotecnologia que trabalha com genética molecular, criada em 1998 na cidade de São Carlos-SP.  A partir de resultados das análises genéticas oferecidas, é possível identificar a condição clínica do paciente e oferecer tratamentos específicos, além de contribuir para a prevenção de doenças. Para atuar, a empresa possui todas as certificações e habilitações da ANVISA, Vigilância Sanitária e Instituto Adolfo Lutz.

Mais informações em www.dnaconsult.com.br

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Novembro Azul conscientiza sobre o cuidado com a saúde masculina

No dia 17 de novembro é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, data que deu origem à campanha do Novembro Azul, uma importante movimentação para chamar atenção sobre o câncer e para saúde masculina, uma vez que lembra aos homens que cuidar do seu bem-estar físico e mental é fundamental para ter uma vida melhor. No Brasil, a campanha do Novembro Azul foi aderida, em 2011, pelo Instituto Lado a Lado pela Vida com o propósito de alertar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Entretanto, notou-se que o engajamento em torno da saúde dos homens poderia ser para além da doença, abrangendo outros aspectos.

Anúncios

O médico do Corpo Clínico da Oncoradium São Luís – Rede Onco – Jorge Lyra, explica a importância de trabalhar a campanha dentro da perspectiva da saúde integral.

“Incialmente começamos a trabalhar a campanha do Novembro Azul apenas focado na prevenção do câncer de próstata. Contudo, para além de discutirmos apenas o tumor, percebemos a importância do que chamamos de consulta de oportunidade, pois naquela oportunidade de estar consultando um homem, nós podemos tentar diagnosticar todos os possíveis problemas que o paciente pode ter, desde doenças neoplásticas até cardiovasculares. Desta forma, notamos a necessidade de ver o Novembro Azul numa perspectiva integral da saúde do homem, já que eles são menos cuidadosos e realizam menos consulta”, destacou. 

O Ministério da Saúde (MS) conscientiza também sobre a necessidade da população masculina cuidar do seu corpo e também da mente, praticando exercício, tendo uma alimentação equilibrada, realizando consultas médicas, periodicamente. Entre os cuidados médicos que essa população precisa ter com a saúde, segundo o MS, estão:

Anúncios

– Verificação da pressão arterial;

– Hemograma completo;

– Dosagem da glicemia;

– Dosagem do colesterol;

– Testes de urina;

– Atualização da carteira vacinal.

E um dos mais importantes, o exame da próstata. O médico Jorge Lyra realça a importância dos exames para detecção deste tumor.

“Infelizmente, o câncer de próstata, na sua fase inicial, é silencioso. Desse modo, o mais importante e urgente, mesmo sem nenhum sintoma aparente, é procurar um especialistas e realizar o exame preventivo que, apesar de ser muito estigmatizado pelos homens, é rápido, indolor e necessário para prevenção, visto que pelo toque prostático podemos analisar a próstata a procura de nódulos, eficiente para o diagnóstico”, afirmou o médico.

Anúncios

Câncer de próstata

O câncer de próstata, no Brasil, é o segundo mais recorrente entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não melanoma, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Esse tumor, considerando ambos os sexos, é o segundo com maior incidência, em números absolutos.

A próstata é responsável por produzir o líquido prostático, que misturado com o líquido seminal formam 90% do sêmen e tem a responsabilidade de nutrir, proteger e facilitar a locomoção dos espermatozoides. Os tumores que podem vir a se desenvolver nesse órgão podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos, levando à morte, quando não diagnosticado precocemente. Entretanto, a maioria pode crescer de forma lenta e não chega a dar sinais, nem ameaçar a saúde do homem.

O avanço da idade é um fator de risco importante, já que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam, significativamente, após os 50 anos. Ademais, maus hábitos alimentares, excesso de gordura corporal, sedentarismo, tabagismo e exposição à produtos tóxicos também podem ser causa para o desenvolvimento da doença.

Anúncios

Sobre a Rede ONCO

Criada em 2010 por médicos oncologistas, a Rede ONCO surgiu para atender a grande demanda de pacientes do sul do Maranhão, sul e sudeste do Pará e norte do Tocantins (o chamado Bico do Papagaio). Desde sua fundação com o complexo de Imperatriz, o centro de prevenção e tratamento do câncer conta com infraestrutura de atendimento completa, tecnologia de ponta, profissionais altamente capacitados e atendimento ao paciente de forma humanizada, com muito respeito, transparência e total acolhimento. Hoje, é uma rede com várias unidades de atendimento nas regiões Norte e Nordeste e que tem planos de crescer ainda mais.

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com

Mesmo com possibilidade de rastreamento, câncer de próstata é o mais comum e o segundo tumor que mais mata os homens no Brasil

O câncer de próstata é um tumor que, na maioria dos casos, apresenta um crescimento lento, o que aumenta as possibilidades de diagnóstico precoce e as chances de cura. Segundo o INCA, são esperados 65 mil novos casos de câncer de próstata em 2021 e são registrados 16 mil óbitos anuais, mortalidade que só é menor que a do câncer de pulmão

Anúncios

Mesmo com a disponibilidade do rastreamento por meio dos exames de dosagem sérica do Antígeno Prostático Específico (PSA) e do toque retal, o Brasil registra 16 mil óbitos anuais por câncer de próstata, número só ultrapassado pelo câncer de pulmão. Os homens geralmente são menos afeitos aos exames de rastreamento, o que impacta no número de diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Esse fato, associado a desigualdade de acesso aos serviços de saúde, é um dos fatores que levou ao aumento da mortalidade por câncer de próstata no país nas últimas três décadas. No Brasil, 20% dos casos são diagnosticados já em estadios avançados. Outro dado importante foi divulgado recentemente pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a partir de dados inéditos do Ministério da Saúde. No período de pandemia, houve uma diminuição de 27% nas coletas do PSA e de 21% no número de biópsias de próstata, único método diagnóstico da doença.

Anúncios

Há diferentes tipos de câncer de próstata. A doença se caracteriza pela multiplicação descontrolada das células epiteliais secretoras, responsáveis pela produção do líquido seminal. Chamados de adenocarcinomas, esses tumores costumam ter um comportamento indolente. “Em geral o câncer de próstata é indolente, tem um crescimento lento, que pode levar até uma década, o que amplia a janela de oportunidade de diagnosticar a doença em sua fase inicial”, explica a médica uropatologista Kátia Ramos Moreira Leite, presidente da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP).

No entanto, alguns tumores podem ser mais agressivos e devem ser diagnosticados e tratados mais prontamente. “O médico patologista realiza a análise do material extraído em uma biópsia, onde ele fará o  diagnóstico definitivo e se houver câncer ele caracterizará a agressividade da doença através de sua morfologia. Essa informação é fundamental para a escolha do tratamento que pode variar desde a observação vigilante, ou seja, o não tratamento imediato até o tratamento curativo, a cirurgia ou radioterapia”, acrescenta Kátia Moreira Leite.

Anúncios

A recomendação é que os homens sem história familiar de câncer de próstata realizem os exames de PSA e toque retal a partir dos 50 anos. Os homens da raça negra ou com parentes de primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos. O rastreamento deverá ser realizado após ampla discussão de riscos e potenciais benefícios, em decisão compartilhada com o paciente. Após os 75 anos, poderá ser realizado apenas para aqueles com expectativa de vida acima de 10 anos.

FATORES DE RISCO – O câncer de próstata é multifatorial, mas o envelhecimento e o histórico familiar são os fatores que requerem uma maior atenção. 

Idade: o envelhecimento é o principal fator de risco. Raramente a doença acomete homens com menos de 40 anos. A maioria dos homens que desenvolvem o câncer de próstata tem mais de 50 anos e dois terços têm mais de 65 anos.

Anúncios

Histórico familiar: A história familiar é um dado muito importante. Estima-se que a  herança genética responda por cerca de 5 a 10% dos casos de câncer de próstata. Os principais genes de predisposição são os genes de reparo do tipo BRCA1, BRCA2 e o fator de transcrição HOXB13. É importante salientar que o histórico familiar que dita o maior risco de desenvolvimento de câncer de próstata não se restringe a próstata, mas a mama e ovário nas mulheres. Portanto o homem deve estar atento ao seu histórico familiar de câncer envolvendo homens e mulheres. O risco de portadores de mutação BRCA2 em desenvolverem o câncer de próstata é quase 3 vezes maior que a população geral, tendem a ocorrer mais precocemente e têm maior gravidade.

Outros: Atribui-se a maior incidência de câncer de próstata ao estilo de vida, sendo deletério o consumo de laticínios e gordura animal. Efeitos protetores seriam a atividade física, o consumo de licopeno, presente no tomate e do selênio, presente na castanha do Pará.

SINTOMAS – O câncer de próstata em geral é assintomático. Por isso a necessidade de rastreamento. Os principais sintomas urinários como o fluxo reduzido, a dificuldade de urinar e a maior frequência se devem a hiperplasia benigna.

Anúncios

CÂNCER DE PRÓSTATA EM NÚMEROS – Para 2021, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) são estimados 65.840 novos casos de câncer de próstata. É o tumor mais frequente no homem, excluindo os tumores malignos de pele não-melanoma, representando 29,2% dos casos de câncer em homens. Em âmbito mundial, segundo a Globocan 2020, são diagnosticados 1,4 milhão de novos casos anualmente e registradas 375 mil mortes. Descoberto no início de seu desenvolvimento, o câncer de próstata tem quase 100% de chance de cura se tratado adequadamente. Com doença metastática, por sua vez, segundo o levantamento SEERs, do National Cancer Institute, dos Estados Unidos, apenas 30,5% dos pacientes estarão vivos cinco anos após o início do tratamento.

Sobre a SBP – Fundada em 5 de agosto de 1954, a Sociedade Brasileira de Patologia é responsável por representar seus associados e oferecer-lhes suporte técnico-científico e profissional, incluindo assessoria jurídica, acesso a programas de educação continuada, atualização científica, controle de qualidade e acreditação de serviços. A entidade visa ser reconhecida como uma associação de elevado padrão ético e profissional, com representatividade efetiva junto à sociedade civil, ao governo e a comunidade – assistencial e acadêmica – consolidando-se como referência no exercício da Patologia no Brasil.

Novembro Azul: consultas urológicas pelo SUS diminuíram em 33,5% no último ano

Os dados foram solicitados pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) ao Ministério da Saúde; urologista e professor do Centro Universitário São Camilo – SP detalha a importância do diagnóstico precoce e os riscos da demanda reprimida pela pandemia

Anúncios

Se a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata já encontravam obstáculos ligados à conscientização dos pacientes antes da pandemia, o cenário definitivamente não mudou para melhor desde março de 2020. Dados solicitados pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) ao Ministério da Saúde indicam que entre 2019 e 2020 houve redução de 33,5% no número de consultas urológicas pelo SUS. Também foi identificada queda de 21,5% nas cirurgias para retirada da próstata por câncer no mesmo período.

Essa tendência, porém, não acompanha os cálculos do Instituto Nacional do Câncer (Inca), que estima 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano, entre 2020 e 2022. “Se nós temos uma expectativa de 65 a 68 mil novos casos de câncer de próstata no Brasil por ano, e estando defasados no número de diagnósticos, é bem provável que façamos diagnósticos de forma mais tardia e isso diminui as chances de cura da doença. Quando o paciente é diagnosticado de forma precoce, essa chance chega a 90%”, detalha o urologista Álvaro Bosco, professor do curso de Medicina do Centro Universitário São Camilo – SP.

Anúncios

Segundo ele, na comparação entre os dados fornecidos pelo Ministério evidenciou-se também diminuição no número de exames de PSA (Antígeno Prostático Específico, na sigla em inglês) –exames de sangue que servem como alerta para um possível tumor. Essa redução foi de 27%. Também foi identificada queda no número de biópsias, que confirmam o câncer de próstata. 

“Infelizmente até o momento, apesar de os últimos dados deste ano mostrarem aumento no número de exames, ainda não atingimos os índices que tínhamos na fase pré-pandemia. Isso gera alerta porque, sem sombra de dúvidas, há demanda reprimida do número de consultas, exames de PSA e biópsias”, avalia o professor. 

Ele lembra que houve também diminuição de 20% no número de cirurgias para o tratamento dos pacientes com câncer de próstata – no caso, as prostatectomias radicais. Bosco reforça que deve ser feito esforço para trazer os homens de volta ao consultório de Urologia, desafio antigo que em 2021 soma-se ao déficit de exames, diagnósticos e tratamento para a doença com relação aos anos anteriores.

Anúncios

“Se há demanda reprimida, acredito que novos diagnósticos devem ser feitos de forma mais precoce, e que não tenhamos demora para fazer os PSAs nem as biópsias de próstata e que os casos diagnosticados sejam tratados de uma forma bem séria”, afirma o professor do Centro Universitário São Camilo.

Para ouvir a análise completa do urologista e professor de Medicina, Álvaro Bosco, acesse o link do podcast da Agência de Notícias em Saúde do Centro Universitário São Camilo: https://open.spotify.com/episode/5t01nNaFzwjprMP2vaeG4g?si=eae0d4ec5b614c21

Leia mais notícias em ocuboblog.com e nos sigam nas redes sociais: Facebook, Twitter, Telegram, Instagram e Tiktok. Colabore com mais informações nos enviando através do telefone e whatsapp/telegram (98) 98506-2064 ou pelo e-mail ocuboblog@gmail.com

Ou mande qualquer quantia pelo PIX para ocuboblog@gmail.com